Divinópolis reforça vacinação contra sarampo, covid e Influenza

Novas campanhas começam na próxima semana; objetivo é imunizar 90% do público-alvo

 

Da Redação

Pessoas com mais de 80 anos devem procurar uma unidade de saúde para receber o segundo reforço ou quarta dose da vacina contra covid-19. Divinópolis receberá cerca de 5 mil doses de AstraZeneca para esse público. É preciso ter tomado a terceira dose há mais de quatro meses. 

A faixa etária foi definida devido às autoridades em saúde considerarem o grupo mais vulnerável aos sintomas graves. 

— A aplicação de uma nova dose se faz necessária considerando a necessidade de adequação do esquema vacinal nas pessoas com 80 anos de idade ou mais, devido à redução da efetividade das vacinas contra a covid-19 e, consequentemente, maior risco de complicações da doença — explicou a Prefeitura.

Outro fator, acrescentou em comunicado, é a queda na eficácia da vacina em pessoas com idades mais avançadas, por isso a importância do reforço. 

 

Locais

A vacinação ocorre de segunda a sexta-feira, entre 8h e 16h. O cronograma de vacinação de cada unidade de saúde, atualizado diariamente, está disponível em https://bityli.com/EjqBlOc. 

O cidadão também pode procurar, entre 18h e 21h30, os postos que fazem parte do programa Saúde na Hora. São eles: Estratégia de Saúde da Família (ESF) Sagrada Família/Santa Lúcia; Tietê/São Roque; Planalto, Belvedere e Ermida. Não é necessário agendamento prévio.

Os seguintes documentos precisam ser apresentados: identidade, cartão SUS e caderneta de vacinação.

 

Influenza

A partir da próxima segunda, Divinópolis também inicia a 24ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. O público-alvo são 80 mil pessoas. 

A primeira fase, até 30 de abril, é voltada para profissionais de saúde e idosos com 60 anos ou mais. 

— Nesta etapa, deverão se vacinar 7.462 trabalhadores de saúde e 39.165 idosos, o que totaliza 46.627 pessoas — informou. 

A segunda etapa, que acontecerá de 2 de maio a 3 de junho, será voltada para a vacinação dos demais públicos prioritários. 

— Deverão se vacinar: 11.745 crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), 1.972 gestantes, 324 puérperas, 10.312 pessoas com comorbidades, 605 pessoas privadas de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativas, 2.401 professores e 6.349 pessoas com deficiência, que totalizam 33.710 pessoas — detalhou. 

Também poderão se vacinar: povos indígenas, profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso.

A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis. A vacina disponibilizada é a influenza trivalente do Instituto Butantan que protege contra três tipos de cepas do vírus, incluindo a cepa do tipo H3N2, que foi responsável pela grande maioria dos casos em 2021.

 

Sarampo

Paralelamente à Campanha Contra a Influenza, as unidades de saúde também vacinarão  profissionais de saúde e crianças de 6 meses a menores de cinco anos contra o sarampo. O público-alvo estimado é de 19.207 pessoas.

— Juntamente com a primeira etapa da vacinação contra influenza, que acontecerá entre os dias 4 de abril a 30 de abril, deverão receber também a vacina contra o sarampo 7.462 trabalhadores da saúde. De 2 de maio a 3 de junho, 11.745 crianças, de 6 meses a menores de 5 anos, deverão receber a vacina contra o sarampo — finalizou a Prefeitura.

 

Comentários
×