Divinópolis: Homem se entrega após expulsar esposa de casa e manter filhos reféns por oito horas

Bope de Belo Horizonte atuou na negociação; homem ainda se banhou com álcool e ameaçou atear fogo no próprio corpo

Cenas de terror no bairro Jardim Candidés, em Divinópolis, na noite deste domingo, 6, e madrugada desta segunda, 7, mobilizaram 32 policiais militares. Um homem, de 32 anos, manteve reféns, em cárcere privado e sob ameaça de uma faca, os dois filhos, um de 2 anos e o outros de apenas 11 meses, após expulsar sua esposa, 31, de casa.

A Polícia Militar (PM) foi acionada às 20h e contou com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope), de Belo Horizonte. 

— [No local] a vítima, esposa do autor, relatou que eles haviam chegado de uma festa naquela noite e, por um desentendimento, o homem ficou agressivo e a expulsou de casa, fazendo seus dois filhos de reféns, ameaçando matá-los caso os policiais entrassem na casa. Por se tratar de um incidente crítico, foram adotados todos os protocolos operacionais previstos na doutrina institucional, sendo então acionadas equipes do Bope para realizar negociação com o autor — informou a PM, em nota.

Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu também estavam de prontidão no local.

Após as negociações, o homem aceitou liberar as crianças, por volta das 4h da madrugada desta segunda, ao seu pai, avô das crianças. Nem os filhos nem a esposa apresentavam sinais de lesão. 

Apesar da liberação dos reféns, o homem ainda permaneceu dentro da casa. 

— [Ele] se banhou com álcool, ameaçando desta vez atear fogo ao próprio corpo — acrescentou a PM.

Em nova negociação, ele aceitou se entregar, sendo encaminhado para atendimento médico e, posteriormente, à delegacia. 

 

Comentários
×