Divinópolis fecha 2021 com queda nos pedidos de seguro desemprego

Em comparação com ano anterior, diminuição foi de 14,6%

Da Redação

De acordo com o Monitoramento Econômico da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), em Divinópolis, em parceria com o Insituto Vitaltec, os pedidos de seguro-desemprego na cidade apresentaram uma queda de 14,6% em 2021, em relação ao ano de 2020. 

Entre janeiro e dezembro de 2021, 8.904 pedidos de seguro-desemprego foram registrados, enquanto, no ano anterior, no mesmo período, o número atingiu 10.437.

De acordo com Leandro Maia, economista do Instituto Vitaltec, Leandro Maia, essaa redução é um sinal positivo a economia divinopolitana.

— É um bom sinal, que reflete o esforço para a manutenção dos empregos na cidade com participação importante do comércio, serviços e indústria na geração de novos postos de trabalho. É um sinal de que a economia tem se movimentado, no entanto, 2022 ainda será um ano de muitos desafios para as empresas e a economia como um todo — avaliou.

Ainda de acordo com os dados monitorados, em dezembro foram contabilizados 707 pedidos de seguro-desemprego na cidade, enquanto em dezembro de 2020 foram 600 pedidos, resultando numa majoração anual de 17,8%. Já análise mensal mostrou uma queda de 2%, visto que em novembro foram realizados 721 pedidos de seguro desemprego.

 

Centro-Oeste

Analisando a variação das solicitações de seguro-desemprego nas principais cidades da região Centro-Oeste de Minas Gerais, entre dezembro de 2020 e dezembro de 2021, nota-se que todas as cinco cidades demonstraram elevações no requerimento.

Itaúna registrou a maior elevação na solicitação de seguro-desemprego em relação ao mês de dezembro de 2020, 37,5%, seguida pelos municípios de Nova Serrana, com 30,5%, Divinópolis, 17,8%, Pará de Minas, 15,3% e Formiga, 15%.

Comentários
×