Divinópolis é palco de crime, Nazismo

Divinópolis é palco de crime, Nazismo

Por Laiz Soares

Ao acordar na sexta-feira recebo a matéria: "Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Divinópolis foi alvo de atos nazistas”, leio a notícia de novo pois prefiro pensar que entendi errado. Ataques nazistas na minha cidade, como algo tão horroroso já chegou tão perto de mim? Logo lembro da frase de Anne Frank “A gente não faz ideia de como mudou até que a mudança já tenha acontecido.”

Meu extinto natural foi tentar fazer o possível para ajudar para que essa situação não fosse impune. Entre organizar a procuração pelo Ministério Público e conversas com a Confederação Israelita do Brasil (Conib), não tive tempo para realmente raciocinar o que estava acontecendo, não consegui respirar para digerir o ponto que chegamos. Fiz o que estava ao alcance. Junto ao escritório de advocacia Vilela, Miranda e Aguiar Fernandes protocolei um pedido de inquérito policial sobre o caso. 

Agora, enquanto escrevo este artigo, é o tempo que tiro para refletir e explicar o quão absurdo e grave é o que aconteceu em Divinópolis.

A apologia ao nazismo, como a imagem da suástica e as frases colocadas no chat da Conferência da Igualdade Racial,  é crime previsto em lei no Brasil, e a pena pode ser a prisão! 

 

Este crime está previsto na Lei 7.716/1989:

  • Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. Pena: reclusão de um a três anos e multa – ou reclusão de dois a cinco anos e multa se o crime foi cometido em publicações ou meios de comunicação social.
  • Fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo. Pena: reclusão de dois a cinco anos e multa.

 

Apologia ao Nazismo não é um crime somente por acaso! A história é a nossa prova do quão nocivo e odioso o Nazismo pode ser. Foram mais de 6 milhoes de vidas perdidas na Alemanhã Nazista, a maioria das vítimas do genocídio nazista foram assassinadas em câmaras de gás em Auschwitz, Treblinka, Belzec e Sobibor.

Além das mortes, o Nazismo deixou um legado terrível de escravidão, perseguições políticas,  xenofobia, racismo, homofobia e intolerância. Crimes como este vão contra os direitos humanos que possuímos, vai contra nossa liberdade e principalmente nossa vida.

Em apenas uma semana vimos a defesa da criação de partido nazista,  imagem de um comentarista de televisão capaz de realizar uma saudação nazista no meio de um jornal e para finalizar a semana ocorre esse fato em Divinópolis. Não há tolerância possível para estes fatos, quando você tolera o Nazismo ele te dizima, como o passado já mostrou.

Ao pesquisar sobre o assunto tive a comprovação de que ultrapassamos o limite de tolerância aos discursos de ódio, ignorar atos como este não somente vai contra a Constituição mas também a põe em risco . Segundo pesquisas, entre os anos de 2019 e 2021 houve o crescimento de 270,6% de grupos neonazistas, isso pode significar 10 mil pessoas! Nossa democracia está em perigo.

Ainda que a Constituição já fale sobre apologia ao nazismo, com o avanço do discurso de ódio é necessário leis mais claras contra práticas inaceitáveis, não podemos permitir que o ovo da serpente seja chocado. Nazismo não é liberdade de expressão! Não toleremos o intolerável 

Comentários
×