Divinópolis anuncia reforço de medidas preventivas nas escolas após aumento de casos de doenças respiratórias

Os casos de síndromes respiratórias cresceram. Como resposta, a atual administração se reuniu nesta segunda-feira, 13, para reforçar o protoco de prevenção nas escolas. A vice-prefeita e secretária de Governo, Janete Aparecida (PSC), conduziu a reunião que contou com a presença da diretora de Vigilância em Saúde, Erika Camargos; da secretária municipal de Educação, Andreia Dimas; e ainda representantes da Superintendência Regional de Ensino, de escolas particulares e de pais de alunos.
 
— Os integrantes da reunião elaboraram em conjunto o protocolo que teve como objetivo garantir que os alunos possam permanecer de forma segura dentro da sala de aula — informou.

Sendo assim foi estabelecido que, a educação, pública e privada, deverá obedecer às seguintes orientações:
 
- Intensificação do uso de álcool em gel.
- Reforço nas campanhas informativas sobre a importância da lavagem frequente das mãos.
- Realização do recreio com o máximo de separação entre as turmas.
- Nas entradas, os alunos devem ir direto para a sala, evitando aglomeração na porta e dentro do ambiente escolar.
- No caso de haver dois sintomas, por exemplo, tosse e febre, os pais devem evitar mandar o aluno para escola.
- No caso de um sintoma gripal, quem estiver com o sintoma deve utilizar máscara. Tanto alunos quanto professores e demais servidores da educação.
- Reforço da divulgação da importância da vacinação contra a covid-19 e a influenza. 
 

Comentários
×