Dia das Mães terá horário especial a partir de hoje

Lojistas se dizem preparados para atender até os mais atrasados dos consumidores

 

Da Redação

O Dia das Mães, comemorado neste ano no próximo domingo, 8, é a segunda data de maior movimentação no varejo, perdendo apenas para o Natal. Com o controle da pandemia, a expectativa é que as vendas sejam ampliadas, por conta do retorno dos consumidores às compras presenciais. E como em todos os anos, os sindicatos se reúnem para acertar os detalhes de um possível horário especial, para o funcionamento do comércio, nos dias que antecedem a data.

 

Convenção

Na convenção coletiva realizada nesta terça-feira, entre o Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis (Sincomércio) e o Sindicato dos Empregados no Comércio Varejista e Atacadista de Divinópolis (Sindcomerciarios), foi sugerido um horário facultativo para o funcionamento do comércio varejista na cidade. 

 

Horário especial 

Hoje e amanhã, as lojas poderão estender por até duas horas o seu funcionamento. Já no sábado que antecede o Dia das Mães, o comércio poderá funcionar em horário especial, conforme acordo firmado entre os sindicatos, das 9h às 18h.  

 

Regras 

Para o sábado, as horas excedentes à jornada semanal de 44 horas poderão ser compensadas com folgas em igual número de horas, nos termos da convenção coletiva de trabalho, ou pagas com um adicional de 70% em relação à hora normal, se quitadas dentro do prazo previsto para compensação, ou com 100% em relação à hora normal, se pagas fora do referido prazo.

Aos empregados que trabalharem no sábado fica assegurado o fornecimento de um lanche por parte do empregador, ou o reembolso no valor de cinco reais,  até o fim do expediente do referido dia.

Em relação aos demais dias da semana, os lojistas que desejarem poderão ampliar em até duas horas diárias a jornada de seus funcionários. Elas deverão ser compensadas nos termos do art 59, § 5º da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) ou pagas com o adicional aplicável.

 

Não será permitido o trabalho no comércio no domingo, 9, com exceção daquelas empresas que habitualmente adotam o domingo como dia de trabalho.

Recomenda-se às empresas entrarem em contato com seus contadores e advogados para verificar sobre a utilização de banco de horas, pagamento e compensação de horas extras decorrente do trabalho no horário especial.

— Esperamos um bom movimento a partir de hoje, com maior volume no sábado. O Dia das Mães é uma data muito especial para o varejista que, além de atender às necessidades do cliente, deve ter em mente que dá para ir além. E é bom lembrar que o comércio varejista pode funcionar o dia que quiser, sem necessidade de convenções entre os sindicatos, mas sempre obedecendo às regras da CLT — avalia o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis, Gilson Teodoro Amaral. 

 

Expectativas 

Com o horário especial valendo a partir de hoje, o empresário Ricardo Fiuza já estava preparado.

— Como todo ano acontece, nós já nos adiantamos a essa possibilidade e nos preparamos. Assim, nossos colaboradores já estão bem treinados e direcionados para o melhor atendimento a nossos clientes. Principalmente aqueles que deixam para as compras de última hora, congestionando a loja, e em meio a essa confusão temos que dar o nosso melhor para fidelizar ainda mais nossos consumidores — detalhou o empresário. 

E falando em consumidores de última hora, a dona de casa Adriana Costa já estava escolhendo o presente que vai entregar à sua mãe.

— Mas vou olhar ainda mais e, no sábado pela manhã, eu venho com meu marido para fazer as compras, que acabam sempre em cima da hora, devido à grande quantidade de pessoas nas ruas — disse. 

 

Comentários
×