Denúncias apontam para condições precárias no terminal rodoviário

Prefeitura assumiu gestão há pouco mais de um mês e diz que trabalha em melhorias

 

Matheus Augusto

O Agora recebeu, nesta sexta-feira, 6, denúncias de condições precárias de funcionamento do terminal rodoviário, em Divinópolis. Desde abril, com o fim do contrato, a Prefeitura assumiu a gestão do espaço e transferiu a sede da Secretaria de Trânsito, Transporte e Segurança Pública (Settrans) para o terminal. 

Segundo os relatos, os principais problemas envolvem a sujeira, em especial dos banheiros, e a dificuldade de acesso, pois o estacionamento está fechado.

— Não tem lugar para estacionar. E o pessoal da Settrans vem e multa — afirma um cidadão.

Em resposta à reportagem, a gestão municipal informou que "os banheiros pequenos são limpos diariamente no período das 7h às 19h, visto que o grande está fechado, para obras e reformas".

A Prefeitura argumentou que, quando assumiu a gerência da rodoviária, a situação já era crítica. 

— Ressaltamos que, antes de a Settrans assumir o local, o banheiro era cobrado e, como encontramos em condições precárias, não estamos cobrando até que seja feita uma reforma geral. Destacamos ainda que os usuários dos banheiros são muitos, e os próprios danificam e sujam o banheiro de forma desordenada — justificou. 

Já o estacionamento está fechado para manutenção. 

— (...) estamos estudando a possibilidade de asfaltar, e deverá ser aberto em junho, mesmo antes de toda a adequação — garantiu a Prefeitura

 

Insegurança

Há, ainda, incômodo com a presença de pessoas que ficam no espaço para pedir dinheiro. O temor é que a precariedade do terminal afaste, inclusive, quem vem à cidade para compras ou outras finalidades. 

— As pessoas que visitam a cidade e encontram o lugar nesse estado são assediadas por pedintes e se sentem inseguras, não vão voltar mais — avalia.

O cidadão também criticou a ausência de diálogo e de exposição da precariedade do local por meio dos vereadores. 

A atual Administração reconheceu a carência de segurança no local. Com isso, câmeras de monitoramento serão instaladas.

— A Settrans está fazendo as melhorias iniciais, como fechamento das entradas principais, na iluminação do local e, em breve, vai ampliar a vigilância por câmeras de monitoramento — destacou. 

Por fim, a Prefeitura esclareceu que está à frente da gestão do terminal há apenas 36 dias.

Comentários
×