Dengue: Prefeitura de Arcos realiza o primeiro Liraa de 2023

Da Redação

Os agentes do Setor de Vigilância Ambiental e Endemias da Prefeitura de Arcos estarão em campo nesta semana, do dia 23 a 27 de janeiro, coletando dados que servirão de base para a elaboração do primeiro LIRAa (Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti) da cidade de Arcos, no ano de 2023.

 

Dicas para combater o mosquito e os focos de larvas

- O mosquito vetor da dengue se prolifera em qualquer recipiente que acumule água. Mas os ovos do mosquito sobrevivem por um ano em local seco

- As larvas do mosquito não se desenvolvem apenas em água limpa. Ele adquiriu resistência e nasce também em água suja, desde que haja parede fixa

- As valas e córregos, por si só, não representam perigo para a proliferação do mosquito. No entanto, se esses locais receberem lixo - como plásticos, garrafas, tampas e pneus -, aí sim se transformarão em criadouros do mosquito da dengue

- Atenção para as casas desocupadas, que estão para venda ou aluguel. Vasos sanitários e ralos são grandes criadouros do mosquito, por isso, devem ser mantidos fechados sempre

- Lave com esponja a bandeja de água que fica atrás da geladeira pelo menos uma vez por semana. É muito comum encontrar larvas do mosquito Aedes aegypti nesses locais

- Mantenha caixas d’água sempre lacradas com tela, assim como outros recipientes utilizados para coletar água da chuva

- Mantenha o quintal sempre limpo. Sacolas plásticas, garrafas, tampinhas, pneus e outros materiais inservíveis são ótimos criadouros do mosquito da dengue.

Comentários
×