Defesa Civil não confirma que residência no bairro Candidés foi interditada devido a tremores

Estudo para descobrir causa das rachaduras ainda não foi realizado

Bruno Bueno

Não é segredo que Divinópolis é o local com mais tremores de terra no Brasil nessa semana. Segundo informações do Centro de Sismologia da USP, cerca de 13 abalos císmicos foram registrados desde a última segunda-feira. Os fenômenos provocaram inquietação em moradores que, afirmam, inclusive, a aparição de rachaduras em suas casas devido aos tremores. Ontem à tarde, por exemplo, diversos populares informaram que uma residência no bairro Candidés foi interditada devido às trincas causadas pelos abalos.

O Agora entrou em contato com a Secretaria de Trânsito e Transporte (Settrans), setor responsável pela Defesa Civil. O secretário da pasta, Lucas Estevam, informou que a residência foi realmente interditada, mas não confirmou que a causa tenha sido pelos tremores de terra que atingem a cidade.

— A casa foi interditada devido às condições de segurança e risco de queda. O morador alega que foi [pelos abalos císmicos], mas ainda não tem como afirmar que é. Ele disse que após o tremor aconteceu as rachaduras, mas ainda não foi feito o estudo para falar se é ou não — afirmou.

Escala ritcher

De acordo com a Escala Ritcher, sistema de medição da intensidade de terremotos, somente um abalo císmico de 4.0 ou mais tem força para provocar rachaduras. Os tremores em Divinópolis, conforme a USP, não ultrapassaram 3.0.

Comentários
×