CSSJD reúne vários representantes da Atenção Primária da região no 1º Encontro da Saúde

Referência para 53 municípios da região no atendimento às gestantes de alto risco, o Complexo de Saúde São João de Deus – CSSJD realizou nessa sexta-feira, 27 de maio, o 1º Encontro da Saúde. O evento foi realizado no Auditório da Faculdade Pitágoras, reunindo dezenas de profissionais da Atenção Primária e autoridades dos municípios da Região Ampliada Oeste de Minas. 

Estiveram presentes compondo a mesa de honra do evento a Diretora Presidente do Complexo de Saúde São João de Deus, Elis Regina Guimarães, o Prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo, o Superintendente Regional de Saúde, Júlio Barata e o Secretário Municipal de Saúde, Alan Rodrigo da Silva.

Segundo a Diretora Presidente do CSSJD, Elis Regina Guimarães, o evento teve o objetivo de sensibilizar autoridades e profissionais para a importância de um fluxo de trabalho bem definido entre os níveis de atenção de saúde (primária, secundária e terciária) no Sistema Único de Saúde – SUS, para que as gestantes que são de fato consideradas de alto risco recebam o acompanhamento adequado.

“Nunca vi uma oportunidade tão grande dos profissionais que estão lidando diretamente com as gestantes na gestão primária ver os problemas e utilizar desses dados para mudar a nossa realidade. Foi um grande momento para que pudéssemos unir as duas pontas (primária e terciária) e efetivamente pensar em protocolos que coloquem os pacientes como centro do cuidado”, declarou.  

O evento foi dividido em dois momentos. O primeiro, uma palestra ministrada pela Médica Obstetra e membro do Corpo Clínico do CSSJD, Dra. Marina Neves, que abordou a “Condução de pré-natal e seus agravos”. Durante a palestra, a Obstetra destacou a importância do trabalho da Atenção Primária no atendimento às gestantes, principalmente na identificação de gestações de alto risco. Durante a palestra, as profissionais tiveram a oportunidade de tirar dúvidas sobre parâmetros e condições de encaminhamento das gestantes da atenção primária para a atenção secundária ou terciária.

O segundo momento foi marcado pela realização de duas oficinas, que tiveram o objetivo de ampliar ainda mais os conhecimentos adquiridos. Uma delas teve como tema “Partos e seus agravos”, ministrada pelo Coordenador de Enfermagem da Maternidade do CSSJD, Matheus Lopes. 

A outra oficina foi ministrada pela Enfermeira Obstetra Brenda Alves Beirigo e teve como tema “Pré-Natal”.

Uma das participantes do evento foi a Enfermeira Daniela Fernandes Franco, que atua em uma Unidade Básica de Saúde do município de Igaratinga. Para ela, o evento foi uma oportunidade de esclarecer pontos importantes para o atendimento às gestantes de alto risco.

“Para mim vai acrescentar muito no meu dia a dia, pois consegui sanar algumas dúvidas que tinha sobre alguns parâmetros, algumas condições de encaminhamento dessas gestantes de alto risco para a atenção secundária. Então, considero que o evento foi excelente”, acrescentou.

Comentários
×