CSSJD retoma estudo eletrofisiológico para tratamento de arritmias cardíacas

Procedimento pode contribuir para melhora na qualidade de vida dos pacientes, podendo até reduzir ou eliminar uso de medicações

Da Redação

Buscando ampliar a assistência aos pacientes, o Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) retomou, neste ano, a realização de um procedimento que é capaz de diagnosticar e entender o mecanismo de arritmias cardíacas, podendo tratar ou até mesmo curar alguns casos. 

O estudo eletrofisiológico com ablação é um procedimento minimamente invasivo, sendo realizado de forma simples e seguro, sem cortes e pontos, onde cateteres compostos por eletrodos em suas extremidades são introduzidos pelas veias femorais, localizadas na virilha, até o coração. 

Já a ablação é indicada em situações onde são identificados focos ou circuitos elétricos anormais, que originam as arritmias. A ablação consiste na eliminação dos focos de arritmia, seja pela aplicação de energia sob a forma de calor (radiofrequência) ou frio (crioterapia/crioablação), sem danificar as estruturas do coração.

De acordo com o médico cardiologista Daniel Sousa, além da possibilidade de cura de muitas arritmias, o estudo eletrofisiológico e ablação pode contribuir para a melhora da qualidade de vida de pacientes com arritmias sintomáticas, além de reduzir ou eliminar a necessidade de medicações.

— O estudo também é recomendado para diagnosticar arritmias não documentadas, em pacientes com sintomas sugestivos de arritmias. Por meio dele, também podemos estratificar a gravidade de algumas arritmias, inclusive estratificar o risco de morte em pacientes já portadores de cardiopatias graves — acrescentou.

O procedimento é realizado com o paciente sedado e em jejum, sendo feito em um local específico no Centro Cirúrgico da instituição. A recuperação pode levar de três a cinco dias, e após esse período, o paciente está liberado para as atividades de rotina. No entanto, as atividades físicas podem ser retomadas após um intervalo que pode durar de 7 a 15 dias. Para o Daniel, o suporte oferecido pelo CSSJD, por meio de sua estrutura e seus profissionais, também é um diferencial para a realização do procedimento.

— O Complexo de Saúde São João de Deus é extremamente capacitado para a realização do procedimento, contando com uma vasta e tecnológica rede de equipamentos que ajudam a tornar o procedimento mais seguro e efetivo — detalhou.

A retomada na realização deste procedimento não representa somente mais um exemplo de serviço voltado para a melhor qualidade de vida do paciente, mas também um exemplo prático de alguns dos valores da instituição, em que a visão inovadora de seus profissionais tem apenas um objetivo: ter o cliente como o centro do cuidado.

Comentários
×