CPI da Educação quer acareação entre Andreia Dimas e Thiago Nunes neste mês

Parlamentares querem esclarecer compra dos equipamentos para educação

Da redação

A acareação é o próximo alvo da CPI da Educação. Os vereadores pretendem colocar frente a frente ainda neste mês os dois secretários municipais: Andreia Dimas (Educação) e Thiago Nunes (Administração). Os parlamentares querem saber quais as responsabilidades de cada um na licitação milionária de R$ 32 milhões suspeita de superfaturamento na área de Educação.

O presidente da CPI, Josafá Anderson, espera esclarecer a compra dos equipamentos para educação. “Não está claro para CPI as declarações dos dois. A secretaria disse uma coisa e o secretário fala outra coisa. Vamos colocar eles frente a frente para esclarecer”, afirmou.

Andrea Dimas afirmou que escolheu os itens para compra dos equipamentos para a educação. Segundo ela, a definição de como fazer é tarefa da Secretaria de Administração.

No entanto, o Secretário de Administração se esquivou e diz que a função da sua pasta é somente organizar os documentos e enviar aos setores competentes. Para Thiago, a Educação foi a responsável pela compra e ela precisa analisar se é vantajoso para os cofres municipais.

A data da para os dois secretários ficarem frente a frente será definida nos próximos dias. 

CPI

A CPI da Educação foi nomeada em maio, após denúncias do vereador Ademir Silva (MDB) de irregularidades nos preços de produtos como notebooks, brinquedos e mobiliários para as escolas municipais do município.

Os equipamentos adquiridos pela Prefeitura de Divinópolis com valores até 800% acima do praticado pelo mercado, apontaram os documentos da denúncia.

Comentários
×