Conhecidos os semifinalistas do Campeonato Rural 2022

Equipe do Quilombo envia of√≠cio √† LMDD protestando contra provoca√ß√Ķes de √°rbitro do jogo de s√°bado

 

José Carlos de Oliveira

Os quatro times que seguem na briga pelo título do Campeonato Rural 2021/2022 já são conhecidos. Foram disputados, no fim de semana, os confrontos de volta das quartas de final da competição, e os resultados dos duelos garantiram Cacoco de Cima, Branquinhos, Córrego Falso e Lavapés nas duas semifinais, que ocorrem em jogos de ida e volta, em datas ainda a serem confirmadas pela Secretaria Municipal de Esportes e Juventude (Semej), organizadora da competição nesta temporada. 

 

Quartas de final

Os semifinalistas começaram a ser definidos na tarde de sábado, quando aconteceram três dos quatro duelos das quartas de final, jogos de volta.

No campo do Pedregal, em Santo Antônio dos Campos (Ermida), o Cacoco de Cima levou a melhor sobre o Quilombo 1, venceu o confronto do fim de semana por 2 a 1 e se garantiu na próxima fase do torneio. Outra equipe que se deu bem na tarde de sábado foi o Branquinhos, que voltou a derrotar o Ajax Divinópolis /Quilombo 2, desta feita pelo placar de 1 a 0, se garantindo numa das semifinais do Rural.

Na outra partida, Buritis e Lavapés se enfrentaram no campo do Buritis. Depois de perder o duelo de ida, na semana passada, por 2 a 1, o Buritis venceu por 2 a 0 e levou a definição do semifinalista para a disputa de penalidades máximas, quando o Lavapés foi mais feliz em suas cobranças, venceu por 4 a 3 e se garantiu na próxima fase.

O outro semifinalista do Rural foi conhecido na tarde de domingo, quando se enfrentaram no campo da comunidade de Córrego Falso o time da casa e a equipe do Choro, que haviam empatado o confronto de ida em 1 tento a 1. E no fim de semana, um novo empate.

No tempo regulamentar, o Choro saiu em vantagem no marcador, tomou a virada no placar, mas no finalzinho do jogo deixou tudo igual em 2 a 2. Aí brilhou a estrela do goleiro João, do Córrego Falso, que defendeu um pênalti e garantiu seu time na próxima fase do Rural.

 

Semifinais

Com os resultados do fim de semana, os dois duelos das semifinais terão os confrontos entre Lavapés e Córrego Falso, numa partida, e, na outra, se enfrentam Branquinhos e do Cacoco de Cima.

Os horários dos jogos de ida devem obedecer o regulamento da competição. As equipes das comunidades do Córrego Falso e dos Branquinhos terão o direito de fazer a segunda e decisiva partida em seus campos.

 

O torneio

Depois de anos sendo promovido pelos representantes das próprias comunidades, nesta temporada o campeonato voltou a ser organizado pela Prefeitura. Para esta edição, o torneio contou com o apoio do deputado federal Domingos Sávio (PSDB), que destinou verba para ajudar os times.

A primeira fase começou a ser disputada por 16 equipes, mas três delas abandonaram o campeonato antes da última rodada. Os times foram divididos em duas chaves, com sete equipes cada, que se enfrentaram dentro de seus respectivos grupos, em turno e returno, passando apenas os quatro melhores de cada chave para a segunda fase. Nas quartas de final, semifinais e na grande final os duelos são em jogos de ida e volta, sem vantagem – dois empates ou uma vitória para cada lado levam a definição para a cobrança de penalidades máximas.

 

Protesto

Entre tantas polêmicas que aconteceram durante a disputa, que em muitos momentos ofuscaram o brilho da competição, novos episódios voltaram a marcar os duelos das quartas de final no fim de semana – episódio luz de alerta para que a Semej tome as medidas que se façam necessárias para dar segurança às equipes e atletas nesta reta final.

O fato da vez, ocorrido no fim de semana, está registrado em ofício do representante do Quilombo 1.  Ele se dirigiu aos dirigentes da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis (LMDD), responsáveis pelos árbitros que atuaram no Rural, pedindo providências quanto à atuação do juiz do jogo de sábado, entre Quilombo e Cacoco de Cima, que terminou com vitória do Cacoco por 2 tentos a 1.

Segundo o relatado no ofício de nº 01/2022 do Quilombo, devidamente assinado por seu representante Marcelo Aparecido da Cunha, o árbitro da partida, Ronan Aparecido, teria tido atitudes não condizentes com sua posição de comandante do espetáculo, chegando até mesmo a chamar os atletas do Quilombo para a briga no braço, e algo de pior só não aconteceu porque a “turma do deixa disso” entrou em ação e acalmou os ânimos.

 

Coment√°rios
×