Comércio vive expectativa de vendas para o Dia dos Pais

Empresários esperam aumento de até 15%; data deve movimentar R$ 24,09 bilhões no país

Jorge Guimarães

Agosto chega com um segundo semestre recheado de datas comemorativas, das mais importantes para o varejo em geral. E, agora, no segundo domingo deste mês, comemora-se o Dia dos Pais, data aguardada para o comércio diante das dificuldades dos últimos dois anos, em virtude da pandemia. A expectativa para a data, bem como para um segundo semestre, é grande entre os empresários, em especial em Divinópolis. Com a diminuição dos casos de covid em relação aos anos anteriores, o consumidor poderá ir às compras com mais tranquilidade e segurança.

Presentes

Mais uma vez, roupas, sapatos e perfumes, devem ser os presentes mais procurados. Restaurantes, pizzarias e supermercados também esperam um bom movimento.

— Esses itens sempre são os mais procurados. É o estilo de presente mais comum para a data e lembrando que ainda o consumidor está cauteloso na hora de consumir. Assim, é importante o lojista oferecer opções de menor custo e conveniência para presentear nas datas comemorativas, que estão por vir neste semestre, em especial o Natal. Neste contexto, as promoções fazem parte deste atrativo para o consumo — avalia o empresário do ramo calçadista, Antônio Silva.

Promoções

Para atrair ainda mais o consumidor, as promoções de inverno estão em alta no comércio varejista da cidade.

—  Estou aproveitando as promoções para comprar o presente para o meu pai. E, neste ano, vou presentear com roupas, pois as liquidações estão super atrativas — disse a comerciária Vera Regina Guimarães.

 Expectativa

A data costuma ser uma das mais esperadas do ano e abre as comemorativas do segundo  semestre, que tem no Natal a maior em termos de vendas.

— Durante a pandemia tivemos que nos adaptar abrindo canais on-line de vendas e atendimento ao consumidor. Agora, esperamos que os clientes voltem a optar pelas compras físicas, pois o calor humano, o contato direto facilita mais na hora de fechar uma venda. E esperamos, com isso, aumentar nossas vendas em média de 15 a 20%, em relação ao mesmo período do ano passado.   — ressalta a empresária Cláudia Silva.

Brasil

O Dia dos Pais deve movimentar R$ 24,09 bilhões no comércio. É o que aponta levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas. De acordo com o levantamento, 63% dos consumidores pretendem comprar presentes no Dia dos Pais este ano. Na prática, isso significa que aproximadamente 101,8 milhões de pessoas devem presentear seus entes queridos no segundo domingo de agosto.

Ainda conforme os dados, mesmo pesquisando em lojas online, as lojas físicas serão os principais locais de compras, na data. Os itens de vestuário lideram o ranking de presentes e boa parte do pagamento será à vista, injetando dinheiro no comércio local e movimentando ainda mais a economia.

— As datas comemorativas são sempre boas para comércio e devem ser bem aproveitadas pelos lojistas, com campanhas atraentes e pensando na experiência do cliente na compra, o resultado é sucesso. É importante ficar atento às compras pela internet, que já eram uma tendência em crescimento, se mostram cada vez mais fortes. Por isso, é importante que o comércio se prepare. Mesmo os micros e pequenos negócios, que não possuem uma página na internet, por exemplo, podem utilizar as redes sociais e aplicativos como WhatsApp para atender e atrair os consumidores — destaca o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Divinópolis, Heider de Freitas.

Comentários
×