Comércio mantém destaque na abertura de novas empresas

Divinópolis, entre as principais cidade da região, registra o maior número de empreendimentos constituídos em março

 

Da Redação

Divinópolis registrou mais um mês com  um número positivo relativo à abertura de empresas. Os dados demonstram a confiança do empresariado e de diversas pessoas físicas a investirem em novos negócios, conforme levantamento.

E, mais uma vez, os segmentos do comércio e de prestação de serviços lideraram os investimentos em novas vagas de empregos.

 

Números

Dados confirmados, segundo o monitoramento econômico da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de  Divinópolis, realizado em parceria com o Instituto Vitaltec, no mês de março, mostram que foram constituídas 633 novas empresas e extintas 282, fechando o mês com saldo positivo de 351.

Em março observou-se a terceira elevação seguida de 2022, com uma variação mensal de 5%. Outro dado importante foi a queda do número de empresas fechadas: houve uma redução de 2% em relação ao mês de fevereiro.

Em comparação com março de 2021, houve uma elevação de 5% no total de empreendimentos abertos e aumento de 4% na quantidade de fechados. Nessa análise estão considerados todos os tipos de natureza jurídicas de novos estabelecimentos. 

— Divinópolis é referência no comércio de bens e serviços da região. Os dois setores juntos representam mais de mais de 70% do nosso PIB e são os setores que mais empregam na cidade. Por esse motivo, sofremos tanto com a pandemia, sendo esses os setores mais afetados com o isolamento social. Agora, caminhamos para retomar o crescimento e os empresários estão mais confiantes, unindo isso com a demanda de consumo reprimida, vemos novas possibilidades de empreendimento. A cidade ganha na geração de renda e empregos — observa o presidente da CDL Divinópolis, Heider de Freitas.

 

Segmentos

Analisando os setores econômicos com os maiores números de empresas constituídas na cidade, Divinópolis apresenta a mesma característica da média nacional, com a predominância de estabelecimentos do ramo dos serviços e comércio.

As atividades com os maiores números de empresas ativas em março são o comércio varejista de acessórios do vestuário, cabeleireiros e manicures, confecção de vestuários, promoção de vendas e obras.

Do total de empreendimentos abertos em março de 2022, cerca 85% eram caracterizados por empresários individuais, 14% de sociedades limitadas e somente 0,3% eram Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli).

— Estou para inaugurar um pequeno comércio de acessórios neste sábado. É minha primeira experiência no ramo, mas estou tendo o aporte de minha mãe, que é muito importante. Agora é arregaçar as mangas e trabalhar muito — disse a microempresária Luisa Laredo.

 

Centro-Oeste 

Na análise comparativa entre as maiores cidades da região Centro-Oeste, Divinópolis se destacou por registrar o maior número de empresas abertas, 633, e Nova Serrana com o maior saldo de novos negócios constituídos, 365.

O tempo médio de abertura de um empreendimento, que considera o prazo burocrático para análise de viabilidade e registro de uma nova empresa no Brasil, era, em média, de 44 horas. Já o tempo médio de Minas Gerais era de 37 horas e em Divinópolis aproximadamente 29 horas.

Comentários
×