Coluna Sindijori 22/06/2022

JF descarta 110 mil litros de óleo por mês

Com o objetivo de diminuir o descarte incorreto do óleo de cozinha, a pesquisadora doutora em Ciência Política Flávia David fundou, em janeiro deste ano, o Instituto Epros, localizado no bairro Costa Carvalho, em Juiz de Fora. Segundo a pesquisadora, Juiz de Fora descarta cerca de 110 mil litros de óleo de cozinha usado todos os meses. O óleo de cozinha coletado pelo instituto passa por um processo de beneficiamento até chegar a graus mais baixos de impureza e conseguir ser destinado à produção de biodiesel. Em contrapartida, o instituto oferece aos fornecedores valores em dinheiro, palestras e projetos de educação ambiental. O material é recolhido em vários pontos da cidade. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

 

ExpoAgro gera 5 mil empregos

Conhecida como “a maior festa do interior”, a Exposição Agropecuária de Governador Valadares (ExpoAgro-GV) atinge, neste ano, a marca de 51 edições. “São mais de cinco décadas movimentando o agronegócio em nossa região e oferecendo aos produtores, de dentro e fora do nosso estado, um momento importante para a concretização de grandes negócios”, complementou a assessoria de comunicação do evento, que começará no dia 1º de julho. De acordo com a assessoria da Exposição, o evento contou com um público médio de 250.000 pessoas nas três últimas edições. Desse modo, a União Ruralista Rio Doce gera, com a realização da festa, mais de 5.000 empregos temporários, entre diretos e indiretos. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

 

Aviso de blitzen no app gera prisões

Já se tornou comum atualmente a prática de avisar os pontos de blitzen pelas redes sociais, principalmente em grupos de WhatsApp, mas o que muitos ignoram é que esse ato é considerado crime previsto no Código Penal. E foi com base na legislação existente que duas pessoas foram presas este mês pela Polícia Militar por esta prática em Poços. A última prisão, de uma mulher de 25 anos, ocorreu domingo, 19. A suspeita, segundo a PM, divulgou em um grupo, inclusive com fotos e áudios, uma blitz que era realizada na rua Goiânia, Jardim dos Estados. (Jornal Mantiqueira – Poços de Caldas)

 

Evento movimenta cidade

Itabirito recebeu mais uma edição da Marcha para Jesus. Realizado pelo Conselho Educativo de Lideranças de Itabirito – Colei, com apoio da Prefeitura de Itabirito, o evento cultural reuniu centenas de pessoas, entre fiéis, lideranças religiosas e moradores locais. Acompanhada de trio elétrico, a Marcha teve início no Jardim São Cristóvão e percorreu a Avenida Queiroz Júnior em direção ao Complexo Turístico da Estação. Durante o trajeto, foram realizadas paradas para interação com os participantes em frente à Prefeitura e no largo do Banco do Brasil. (O Liberal – Ouro Preto)

 

Pro Agri Saú recebe FPM reforçado

O repasse do segundo decêndio de junho do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) às prefeituras foi mais do que o dobro se comparado à transferência do mesmo período do ano passado. Os municípios partilharam pouco mais de R$ 3 bilhões de acordo com o Tesouro Nacional. Sem considerar a inflação, trata-se de crescimento de 111% em relação ao valor de 2021: R$ 1,45 bi. Já o montante retido para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) é de R$ 766 milhões. Entre 1º e 10 de junho, período de arrecadação que serviu como base para o repasse dessa segunda, a União arrecadou mais de R$ 17 bilhões com o Imposto de Renda (IR) e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). (Jornal de Notícias – Montes Claros)

 

Prefeito alvo de ação popular

O prefeito Kalid Nedir Maikel (PSB), de Ladainha, no Vale do Mucuri, virou alvo de uma ação popular por ter abastecido os carros da administração municipal no posto que é propriedade do seu filho, Kalid Nedir Maikel Filho. De acordo com o advogado e especialista em direito público Sebastião Martins Cardoso, autor da ação, a prefeitura assinou contratos de R$ 4,2 milhões com o posto para abastecer a frota em 2021 e este ano. (Em Tempo – Nanuque)

 

Novo Cruzeiro com selo Unicef

O município de Novo Cruzeiro aderiu às ações do Selo Unicef. Esta já é a 8ª edição do projeto, que vai de 2021 a 2024. Dentre as ações está a formação do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (Nuca). O Nuca em Novo Cruzeiro é formado por um grupo de 25 adolescentes, que discutem questões importantes para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas à faixa etária. Além disso, implementam ações e levam suas reivindicações à gestão pública municipal. A juventude passará a ter lugar de fala dentro da sociedade. (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)

Comentários
×