Coluna Sindijori 13/04/2022

MP de Caratinga instaura ação contra CEF

Após a divulgação das reclamações de usuários sobre as grandes filas, demora no atendimento e venda de vagas por populares na Caixa Econômica Federal, o Ministério Público de Caratinga instaurou procedimento administrativo no âmbito da Curadoria do Consumidor, com o objetivo de proceder fiscalização junto ao banco, “a fim de se verificar a qualidade na prestação de serviços bancários”. Em resposta, o banco informou por meio de nota que permanece realizando ações para melhorar o atendimento e evitar filas nas agências. Conforme informado pelo MP, a empresa foi autuada e notificada para uma reunião. (Diário de Caratinga)

 

Copasa com dias contados em Paraíso

A Câmara de São Sebastião do Paraíso aprovou em segunda votação e encaminhou para sanção do Executivo o Projeto de Lei que prevê a encampação dos serviços de ligação, coleta, tratamento e disposição final de esgoto sanitário no município. Emendas à proposição foram feitas pelo Legislativo, que pretende acompanhar de perto a questão principalmente em relação ao pagamento de indenizações à Copasa. O Projeto de Lei de autoria do prefeito Marcelo Morais foi aprovado pelos vereadores em segunda votação nesta semana e sofreu alterações na sua forma original. (Jornal do Sudoeste – São Sebastião do Paraíso)

 

Servidores votam por Acordo Coletivo

Servidores da Prefeitura se reuniram em assembleia geral extraordinária na Urca, oportunidade em que puderam conhecer as contrapropostas do Executivo para o Acordo Coletivo 2022/2023, negociado com intermédio do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindserv). Ao todo, estão sendo negociadas 13 cláusulas. De imediato, os servidores votaram pela retirada de duas delas: uma foi apresentada pela Prefeitura e pretendia criar no Município o banco de horas; outra tratava do Piso Nacional do Magistério. Servidores pleitearam reajuste de 42,63% para que os salários mais baixos atinjam o piso. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)

 

Prefeitos cobram do Governo

O reajuste do piso salarial dos professores foi discutido em reunião do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene (Cimams) em seu auditório. Participaram prefeitos, procuradores e contadores dos municípios norte-mineiros, em busca de informações e soluções para resolver a questão, que ganhou repercussão após o presidente Jair Bolsonaro, do PL, assinar na portaria que aumenta o piso para docente em 33,24%. Em dificuldades financeiras, prefeituras do Norte de Minas cobram do governo federal a complementação dos recursos necessários para cumprir a medida. (Jornal de Notícias – Montes Claros)

 

Câmara quer combater a fake news

A Câmara de Juiz de Fora lançou o projeto “Câmara responde: fato ou fake”, em meio às comemorações de seus 169 anos de história. Trata-se de um serviço contínuo com o intuito de combater a disseminação de notícias falsas envolvendo a vida política da cidade, por meio das redes sociais do Poder Legislativo. “O serviço tem caráter permanente e colocará os servidores do setor de Comunicações empenhados em divulgar informações verídicas e checadas sobre o que é dito no cotidiano político de Juiz de Fora”, diz a Câmara sobre a iniciativa. No lançamento do projeto, o jornalista Marcos Losekann ministrou uma palestra sobre o papel do jornalista no combate à desinformação. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

 

Programa Direito na Escola é lançado

O lançamento do Direito na Escola em Ipatinga, sob nova gestão, ocorreu no auditório da Fadipa, no bairro Veneza. O evento foi realizado pela Comissão Direito na Escola da subsede da Ordem de Advogados do Brasil (OAB) de Ipatinga. O presidente do Instituto Direito na Escola, Lucas Andrade, esteve presente no lançamento e foi responsável por ministrar uma palestra no local, que também contou a presença da presidente da Comissão Estadual Direito na Escola da OAB, Denise Torquato. (Diário do Aço – Ipatinga)

 

Governo investe R$ 4 milhões na Saúde

O Governo de Minas Gerais, após o investimento recorde de R$ 9,5 bilhões na área da Saúde em 2021, continua ampliando os recursos para melhorar o atendimento aos mineiros. O governador Romeu Zema anunciou em Araçuaí o repasse de R$ 4 milhões para aprimorar os serviços prestados à população e compra de equipamentos e de veículo de transporte de pacientes. “Em 2018, Araçuaí recebeu do último governo de Minas, referente a repasses da saúde, R$ 2,1 milhões. No ano passado já elevamos essa quantia para R$ 12,5 milhões, valor seis vezes superior ao que o último governo passava a Araçuaí. E esta regra vale para todo o Estado”, afirmou o governador. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

 

Comentários
×