Coluna Sindijori 05/01/2022

Exportação de calçados alavanca a recuperação do setor em Minas

O setor calçadista de Minas Gerais está confiante de que caminha a passos firmes para recuperar, em 2022, os índices de produção e vendas do período pré-pandemia. Em 2019, de acordo com relatórios do Iemi (Inteligência de Mercado), o setor entregava 98.425 pares de sapatos/ano, o que corresponde a 10,4% da produção da região Sudeste, que responde por 22,6% da produção nacional. Segundo estudo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), em outubro, já havia o indicativo de que as exportações seriam fundamentais para a retomada do crescimento ainda em 2021, com incremento de 33,7% em volume e 26,3% em receita no comparativo com o mesmo período de 2020.  (Diário do Comércio – Belo Horizonte)

 

Monte Belo terá Guarda Municipal

O projeto de criação de uma Guarda Municipal de Monte Belo começa a dar os primeiros passos. Na última semana, uma nova reunião sobre o assunto foi realizada em Guaxupé, onde já há uma GCM em operação. Para conhecer os trabalhos e os trâmites legais para a implantação da GCM Montebelense, o prefeito Klebinho esteve pessoalmente visitando a GCM de Guaxupé. (Folha Regional – Muzambinho)

 

Operação Alcaide em Nanuque

A Polícia Civil de Minas Gerais, com apoio das polícias Militar e Civil do Espírito Santo, desencadeou, na última semana, a operação Alcaide. A ação teve por objetivo reprimir crimes contra o patrimônio em Nanuque/MG. Ao todo, 17 medidas cautelares foram cumpridas: três mandados de prisão preventiva, 12 de busca e apreensão e dois de internação contra adolescente. As investigações duraram cerca de três meses para apurar crimes recentes de roubos e extorsões cometidos na cidade de Nanuque, nos quais inclusive foi vitimada uma senhora de 71 anos e o filho dela. (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)

 

R$ 212 mi de impostos no Vale do Aço

Ao longo do ano passado, a Região Metropolitana do Vale do Aço (RMVA) - que inclui Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso - arrecadou mais de R$ 212 milhões com impostos. Os dados são do site Impostômetro, que considera todos os valores arrecadados pelas três esferas de governo a título de tributos: impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e correção monetária. Conforme o site Impostômetro, a RMVA arrecadou R$ 212.739.513,32. Desse valor total, R$ 135.469.052,85 são de Ipatinga; R$ 31.438.850,07 de Coronel Fabriciano; R$ 35.247.083,15 de Timóteo; e R$ 10.584.527,25 de Santana do Paraíso. (Diário do Aço – Ipatinga)

 

Particulares aumentam atendimentos

Uberlândia registrou um aumento significativo de pacientes com sintomas gripais que precisaram recorrer a atendimento médico. Segundo um levantamento feito pelo Diário, na rede particular o crescimento da procura chegou a 81% em dezembro. O índice preocupa especialistas e acende um novo alerta, principalmente após a confirmação de um caso do vírus Influenza A/H3N2 na última semana. Os cinco principais hospitais particulares de Uberlândia relataram um aumento de atendimentos neste fim de 2021. (Diário de Uberlândia)

 

Prefeitura recebe R$ 2,3 mi da Câmara

A prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, recebeu das mãos do presidente da Câmara de Uberaba, Ismar Marão, um cheque simbólico de mais de R$ 2 milhões economizados pelo Legislativo ao longo do ano, em cerimônia realizada na tarde de quarta-feira, 29, na Câmara. O Legislativo devolveu, ao todo, R$ 2.312.438,85 aos cofres públicos. A novidade deste ano é que a comunidade definirá em qual área a verba será aplicada. Para sugerir, a Prefeitura abriu um canal na internet. (Diário de Uberlândia)

 

Ônibus aumentam em Poços

Os usuários do transporte público iniciaram a primeira segunda-feira do ano pagando o novo valor da tarifa. O aumento de R$ 4,75 para R$ 5 foi determinado após a Câmara rejeitar o subsídio proposto pela Prefeitura. O valor foi anunciado no fim do ano passado pelas redes sociais da Auto Omnibus Circullare. Segundo a empresa, a medida estava prevista no contrato emergencial firmado com o Município. O contrato prevê a concessão de 18 de novembro de 2021 a 16 de maio de 2022. Ainda é aguardado que a empresa vencedora da licitação, a Floramar, do mesmo grupo que a Circullare, assuma a operação. (Jornal da Mantiqueira – Poços de Caldas)

 

Comentários
×