Coluna Renata Rachid [19/07/2022}

Vinho, sim!

Frio + vinho: uma combinação maravilhosa!

No inverno, o vinho ganha mais espaço tanto nos encontros românticos quanto nas reuniões com os familiares e amigos, seja em casa ou num restaurante. 

A estação pede pratos quentes e mais encorpados, e um bom vinho sempre cai bem!

. Experimentar vinhos mais complexos sem medo

Os vinhos encorpados e os com maior teor alcoólico são os que mais combinam com os dias frios, uma vez que, desde a boca, já transmitem uma sensação de calor ao corpo. Com isso, torna-se viável escolher os mais complexos e bebê-los sem culpa. Em geral, os que possuem essas características são os tintos. A temperatura ideal para servi-los é entre 16º e 18º.

. Viver uma noite romântica 

Você sabia que o vinho é afrodisíaco natural? O motivo? As diversas substâncias ativas contidas na bebida proporcionam bem-estar ao organismo, até mesmo na área sexual. Assim, use-o em jantares românticos, mas não exagere: a quantidade consumida deve ser moderada. Aproveite e proporcione a você e ao seu par uma noite de relaxamento e intimidade.

.Harmonizar vinhos e pratos

Pizzas combinam bem com vinhos mais encorpados e com mais taninos, como os Cabernet Sauvignon e Syrah e Tempranillo.

Fondue de queijo pede tintos como Pinot Noir, Merlot e Valpolicella

Se for uma churrascada, picanha vai bem com Malbec; maminha e fraldinha vão bem com Merlot; para um contrafilé, sugiro um Tannat.

Caso faça uma noite de vinhos e tábua de queijos, harmonize gorgonzola com um bom do Porto e brie com Carménère. 

No mais, aproveitem bem os momentos, sempre com responsabilidade e moderação! 

Pois poder desfrutar com amigos, amor e família é uma  verdadeira benção! 

 


2- Detox para ambientes

 

Você sabia que sua casa ou ambiente de trabalho podem estar poluídos ou até mesmo intoxicados? O motivo disso é que quase tudo o que temos e usamos no ambiente interno libera gases chamados COVs (Compostos Orgânicos Voláteis). Seus móveis, suas roupas, a tinta da parede, o piso, o revestimento, os plásticos, tudo isso libera os chamados COVs. Você já tinha se atentado para isso?!

Esses compostos podem, inclusive, causar danos à saúde! A falta de acesso a raios solares e ventilação adequada também contribuem muito. 

E como evitar esses problemas, já que é quase impossível viver sem esses produtos? 

Se tivermos vegetação à nossa volta, isso já se modifica. 

Essa é a dica de hoje! 

Cultive plantas despoluidoras. Elas têm propriedades vantajosas no quesito eliminar químicos tóxicos do ar.  

Existem várias espécies. Somente no Brasil há 17 plantas que cumprem o papel de purificar o ar do seu lar.

Trouxe algumas delas abaixo como exemplos. 

Basta escolher e cultivar para purificar seus ambientes! 

Se interessou pelo assunto? 

Existe uma ciência que produz estudos e pesquisas sobre esse tema, chamada fitorremediação. 

Dê um Google e saiba mais! 

 

Jiboia

Ela cresce melhor em temperaturas frias e em baixos níveis de luz solar, sendo capaz de filtrar impurezas do ar como formaldeídos, assim como monóxido de carbono e benzeno do ar. Multiplica-se facilmente por estacas. É uma planta benéfica para se ter na sua sala de estar ou pendurada, pois as folhas crescem para baixo, em cascata.

 

Aloe Vera ou Babosa

É ótima para purificar o ar, pois ajuda na limpeza de poluentes encontrados em produtos químicos de limpeza. Um detalhe curioso é que, quando a quantidade de substâncias nocivas no ar torna-se excessiva, as folhas da planta apresentam manchas em tom marrom.

Além de linda, ela ajuda a remover do ar a substância formaldeído, bastante utilizada em mobiliário fabricado com madeira prensada.

Spathiphyllum wallisii (Lírio da paz)

Filtra benzeno, xileno, formaldeído, tolueno e tricloroetileno.

 

3-Five years

 

O Restaurante Benedictus completa 5 anos de sucesso. 

O chef de cozinha Euler Alves comanda sua competente equipe com maestria, resultando em qualidade e acolhimento impecáveis todos os dias.

O “Benê” tem, desde a sua inauguração, o propósito de oferecer comida de chef a preço de quilo! 

Se você já conhece, sabe do que estou falando; se não, não sabe o que está perdendo!


4- Velinhas

Os parabéns e desejos de felicidades da coluna vão para: 

a psicóloga Jiham Souki;

o advogado Daniel Rosa;

 a publicitária Rosangela Vasconcelos;

a advogada Telma Rodrigues.



5- Receitinha

Fondue de queijo tem origem na culinária da Suíça. Simples e fácil de preparar, a receita é feita com creme de leite, requeijão, queijo muçarela, provolone e gorgonzola.

 

Ingredientes

 

  • 1 lata de creme de leite
  • 1 xícara de chá de requeijão
  • 200 gramas de queijo muçarela ralado
  • 200 gramas de queijo provolone ralado
  • 200 gramas de queijo gorgonzola picado
  • Sal a gosto

 

Modo de Preparo



  • 1. Em uma panela, coloque 1 lata de creme de leite e 1 xícara de chá de requeijão. Misture e aqueça até borbulhar.
  • 2. Depois, adicione 200 gramas de queijo gorgonzola picado e misture até incorporar. Em seguida, coloque 200 gramas de queijo muçarela ralado, 200 gramas de queijo provolone picado e sal a gosto. Misture bem até derreter completamente.
  • 3. Transfira para a panela de fondue e sirva com torradinhas, legumes ou pães de sua preferência.

6- ACIDADE FAZ 

Um dos projetos para a  comemoração desses 70 anos de trajetória é a série ACIDADE FAZ. 

Serão episódios trazendo em destaque a história da entidade com a presença convidados especiais, ações da Acid, culinária local, os diversos produtos e serviços que Divinópolis oferece muito mais. 

A divulgação dessas informações para a sociedade é de grande importância, pois o objetivo da Acid é de, cada vez mais, estabelecer parcerias em prol dos negócios, da geração de emprego e renda para nossa cidade e região. 

O primeiro episódio da série ACIDADE FAZ já está no ar!

Eu tive a alegria de participar das gravações e posso garantir, está muito especial!

YouTube: ACID DIVINÓPOLIS 

@aciddivinopolis

Coment√°rios
×