Coluna Entre Aspas 19/05/2022

LÍNGUA PORTUGUESA

DICAS DE PORTUGUÊS

 

  1. Não existe metiolate em Português. Forma correta: mertiolate.
  2. Meteorologia é a forma correta. Basta lembrar-se de meteoro: METEOROLOGIA.
  3. MANTEIGUEIRA é a forma correta: vem de manteiga.
  4. CABELEIREIRO é escrito com dois “is”. Não vem de cabelo, vem de cabeleira. Portanto, CABELEIREIRO.
  5. Caju, bambu, umbu, urubu, tatu: nenhuma leva acento: são oxítonas terminadas em u.
  6. E no cheque: HUM MIL REAIS OU UM MIL REAIS? Nenhum dos dois. A forma correta é MIL REAIS.
  7. CATORZE E QUATORZE: as duas formas estão corretas. Mas atenção: não existe CINCOENTA. A única forma é CINQUENTA.
  8. Quantos “s” têm exceção? Observe que não há nenhum “S” na grafia dessa palavra.
  9. IORGUTE? Esse faz mal: IOGURTE é a forma correta.
  10. Casa germinada? Aula germinada? De jeito nenhum. A expressão vem de gêmeas: casa geminada, aula

 

CURIOSIDADES

De como surgiu o O.K.

 

De “tudo certo”, em inglês. A frase nasceu da expressão all (tudo) correct (correto). Só que em vez de a.c., os habitantes de Boston, no começo do século passado, preferiram O.K., de oll korrect, uma gíria usada para dizer a mesma coisa. Segundo John Milton, professor de Língua Inglesa da Universidade de São Paulo, a intenção era não confundir a sigla AC, de alternating correct (corrente alternada). A expressão se popularizou nos Estados Unidos em 1840, durante a campanha eleitoral do presidente Martin Van Buren, um dos fundadores do Partido Democrata. Ele adotou as duas letrinhas como slogan. Hoje ela é provavelmente a mais conhecida expressão de origem americana que percorre o mundo. O.K.

 

REFLEXÃO DA SEMANA 

“Cada cicatriz que temos é a confirmação de que uma ferida sara. Cicatrizes são marcas de superação que só um verdadeiro guerreiro possui” (Helena Galdino) 

 

REFLEXÃO BÍBLICA

Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes.” (1 Coríntios 1:27)

RIA... POR FAVOR!

O paciente está com medo da operação. O médico garante que tudo vai dar certo, que ele vai ser operado por um célebre professor. O paciente é anestesiado. Quando acorda, vê diante de si um senhor idoso, curvado sobre ele.

- Oi, professor, tudo bem? - pergunta.

- Eu não sou professor - diz o idoso. - Sou São Pedro.

 

MÁXIMAS DO PROFESSOR CARLINHOS

  • PARA PENAR DEVAGARMENTE
  1. Os canhotos também têm seus direitos.
  2. Já que, cada vez mais, as mulheres estão indo buscar seus direitos, será que na volta poderiam trazer mais uma cerveja bem geladinha pra nós?
  3. Burro não amansa... acostuma.
  4. Quanto menos os homens pensam, mais eles falam.
  5. Se o dinheiro não lhe traz felicidade, aceito doações.
  6. Não sou totalmente perfeito porque sou modesto.
  7. O Brasil está em nossas mãos... e não adianta lavar.
  8. Os filósofos têm um problema para cada solução.
  9. No fundo... no fundo, sou bastante superficial.
  10. No avião o medo é passageiro.
  11. Nunca dormi ao volante, mas já acordei dirigindo.
  12. Quem cedo madruga, boceja o dia inteiro.
  13. Justiça seja feita: nem todo ladrão é político.
  14. Coitado: o hoje está sempre espremido entre o ontem e o amanhã.
  15. Quem compra o que não pode, acaba vendendo o que não quer.
  16. Lá na feira do Esplanada: “isso não é loucura. É o preço da verdura!”.
  17. A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com a mesma coisa como se fosse a primeira.
  18. Não tenho tudo que amo, mas... foda-se!

 

Comentários
×