Coluna Entre Aspas 12/05/2022

LÍNGUA PORTUGUESA 

A origem de PATAVINA 

Não entender patavina significa não entender absolutamente nada. A palavra tem origem também num lugar: Pádua, na Itália, cujo nome em latim é Patauium. Dizia-se que o historiador romano Tito Lívio, nascido nessa cidade, usava o latim de forma bastante diferente, e as pessoas tinham dificuldade em entendê-lo. Há ainda outra explicação para o aparecimento da expressão. Os portugueses dificilmente entendiam o que diziam os mercadores e os religiosos patavinos – ou seja, nascidos em Pádua. O leitor não terá entendido patavina do que escrevemos?

CURIOSIDADES

TROCAR ALIANÇAS

A igreja católica considera o casamento um sacramento. O ritual começa com um cortejo dirigindo-se lentamente para o altar, onde os participantes dividem-se em dois grupos: o da família da noiva e do noivo. No casamento japonês, a tradição é acertada entre famílias, e a cerimônia, cara. Pode custar de US$ 50 mil a US$ 500 mil. No judaísmo, a cerimônia tem três símbolos: o contrato de casamento, escrito em hebraico e português; a tenda, que representa a casa dos noivos; uma mesa, onde se servem bebidas e comidas depois das bênçãos do rabino. No casamento ortodoxo, os rituais são rígidos e não permitem alteração nas etapas. A cerimônia é dividida em união do casal e coroação.

REFLEXÃO DA SEMANA 

“A amizade é como os títulos honoríficos: quanto mais velha, mais preciosa” (Campoamor) 

REFLEXÃO BÍBLICA

“Porque eu o Senhor teu Deus Te seguro pela tua mão direita, e te digo: Não temas, eu te ajudarei.” (Isaías 41.13)

RIA... POR FAVOR!

Perguntaram ao mineiro:
- Diz aí um verbo!
Ele pensou, pensou e respondeu indeciso:
- Bicicreta.
- Não é bicicreta,  é bicicleta. E bicicleta não é verbo!
Perguntaram a outro mineiro:
- Diz você aí um verbo!
Ele também pensou, pensou e arriscou ressabiado:
- Prástico. - Não é prástico, é plástico. E plástico não é verbo!
Perguntaram a um terceiro mineiro:
- Diz aí um verbo!
Esse aí nem pensou:
- Hospedar.
- Muito bem! Até que enfim um mineiro inteligente. Agora diga aí uma frase com o verbo que você escolheu.
O mineiro encheu o peito de coragem e mandou bala:
- Hospedar da bicicreta são de prástico!

MÁXIMAS DO PROFESSOR CARLINHOS 

 

  • Papo entre futuro patrão e empregado:

 

- Disseram-me, a seu respeito, que você é bem chegado ao álcool. É verdade?

- Mais ou menos mentira, patrão... Só quando acaba a pinga.

  • Amigo 1: E aí... Como vão as coisas?

Amigo 2: Pra quem gosta do péssimo está ótimo.

  • Dizem que são necessários, apenas, e tão só apenas, dois portugueses para afundar um submarino.

- Dois?... Só?... - Pergunta alguém.

- Sim... Um bate na porta e o outro abre.

  • Para alcançar seus objetivos é preciso SONHAR. 

Então... Seja direto e não perca tempo: largue tudo o que estiver fazendo e vá... Rapidamente... DORMIR.

Comentários
×