Chuvas podem voltar nas próximas semanas

Mesmo com menor intensidade, temporais ainda pode causar estragos

Da Redação

As chuvas que caíram no início do ano foram intensas e protagonizaram tragédias em Minas Gerais, como acidentes na estradas, casas destruídas e famílias desabrigadas e desalojadas. No sábado, 22, Minas já contava com 402 cidades em situação de emergência devido aos fortes temporais.

Em Divinópolis, o tempo chuvoso também causou problemas. A cidade vivenciou o início de janeiro com quedas de telhados e árvores, aumento no nível de água dos rios, buracos nas ruas e estradas, além das diversas famílias desabrigadas, que tiveram suas casas destruídas por conta da quantidade de água que caiu na cidade.

Apesar da trégua nos últimos dias, o tempo nublado e as chuvas intensas provavelmente voltarão a aparecer nos céus da cidade, conforme as previsões do tempo. Mesmo em menor intensidade, o município pode enfrentar mais alguns dias com chuvas.

 

Famílias

Segundo balanço realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), com as chuvas intermináveis das duas primeiras semanas do ano, a cidade chegou a 153 famílias prejudicadas, quando 149 ficaram desalojadas e quatro desabrigadas. Três abrigos acolheram as vítimas e não houve registro de mortos ou desaparecidos.

O Agora entrou pediu à Prefeitura dados sobre essas famílias, se já tiveram suas casas de volta, mas, até o fechamento desta página, por volta das 18h30 de ontem, não obteve resposta.

 

Previsão 

A previsão do tempo mostra que, apesar do sol, a chuva também estará presente nos próximos dias em Divinópolis.

Hoje, 1º, há probabilidade de 90% de chuva, de 40mm, a qualquer hora do dia. O tempo deve continuar assim durante a semana e a cidade pode enfrentar novamente períodos chuvosos.

Há possibilidade para os próximos dias de céu nublado a encoberto, com pancadas de chuva, por vezes fortes e com trovoadas isoladas.

Em grande parte de Minas Gerais, as condições atmosféricas estarão favoráveis à ocorrência de chuvas intensas e isoladas (entre 30 e 60 mm/h), eventualmente acompanhadas de rajadas de vento (acima de 60 km/h).

 

Riscos

Caso as chuvas dos próximos dias se intensifiquem, para se proteger dos estragos que elas podem causar, a Prefeitura dá algumas dicas importantes de auto proteção:

- Evite lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios (pequenas construções não protegidas, tais como tendas ou barracas, veículos sem capota como tratores, motocicletas ou bicicletas).


- Não estacionar próximo a árvores ou linhas de energia elétrica.

- Evite permaner em áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos.


- Não fique no alto de morros ou topo de prédios.



- Nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas.


- Durante chuva forte, não atravesse enxurradas nem trafegue em ruas sujeitas a alagamento ou próximas a córregos, pois o nível pode mudar rapidamente e provocar transbordamento

 

Coment√°rios
×