Chuva pode causar estragos nos próximos dias

Previsão do tempo marca temporal até segunda, 14; Defesa Civil pede para que população faça sua parte

Da Redação

O último período de chuvas em Divinópolis não foi fácil para os moradores. Com quedas de árvores e telhados, buracos nas ruas e estradas e aumento no nível de água dos rios, os temporais foram intensos e deixaram estragos por onde passou, além de desalojar e desabrigar diversas famílias.

De acordo com a Defesa Civil, a formação de um novo episódio de Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) contribuirá para chuvas freqüentes e intensas em boa parte de Minas Gerais, incluindo Divinópolis, até segunda-feira, 14. Mesmo em menor intensidade, em comparação com as chuvas de janeiro, estragos ainda podem ocorrer e a população deve se manter em alerta.

 

Previsão do tempo

A previsão de tempo para amanhã, 11, é de tempo chuvoso pela manhã e pancadas de chuva de até 30 mm, que podem permanecer até a noite, com probabilidade de 90%.

Mesmo assim, o sol deve aparecer, na parte da tarde. Com máxima de 26º C e mínima de 16º C, a umidade relativa do ar varia entre 71% e 99%.

No sábado, 12, fará sol, com muitas nuvens durante o dia, o que pode gerar também alguns períodos nublados, com máxima de 27º C e mínima de 16º C.

A probabilidade de chuva de 18 mm é de 67%, a qualquer hora do dia. A umidade relativa do ar varia entre 68% e 99%.

Já no domingo, 13, a chuva deve voltar a aparecer com mais intensidade. Com máxima de 28ºC e mínima de 15ºC, apesar do sol pela manhã, a probabilidade de chuva de 9 mm é de 90%, no período da tarde e á noite.

A umidade relativa do ar varia entre 64% e 96%.

 

Situação de emergência

Segundo a Defesa Civil, a cidade ainda permanece em situação de emergência, pois as chuvas não dão trégua e isso dificulta a resolução dos danos que a cidade enfrentou.

— O intervalo entre as chuvas não nos dá tempo para recompor os buracos nas vias e fazer as manutenções nos imóveis danificados. Nos dois casos é necessário tempo firme — informou.

Ainda segundo o órgão, a população também pode fazer sua parte para evitar que danos à cidade continuem acontecendo com o aumento dos temporais.

— Não jogar lixos nos córregos e nem deixar com antecedência na porta para ser recolhido, não promover retirada de vegetação das encostas e evitar transitar nas enxurradas e vias alagadas — solicitou.

 

Riscos

Caso as chuvas dos próximos dias se intensifiquem, para se proteger dos estragos que elas podem causar, a Prefeitura dá algumas dicas importantes de auto proteção:

- Evite lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios (pequenas construções não protegidas, tais como tendas ou barracas, veículos sem capota como tratores, motocicletas ou bicicletas).

- Não estacione próximo a árvores ou linhas de energia elétrica;

- Evite permanecer em áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos;

- Não fique no alto de morros ou topo de prédios;

- Nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas;

- Durante chuva forte, não atravesse enxurradas nem trafegue em ruas sujeitas a alagamento ou próximas a córregos, pois o nível pode mudar rapidamente e provocar transbordamento.

A Defesa Civil esclarece que, para os que moram perto de rios e córregos, é necessária uma atenção maior.

— Colocar remédios e documentos em plásticos e, se possível, em dias de aumento de chuvas, sair de casa e procurar lugar seguro — alertou.

Comentários
×