Ceia celebra a tradição natalina

Além do significado religioso, data costuma reunir família e amigos

Jorge Guimarães 

O Natal está logo ali. Além do seu significado religioso, a data é perfeita para reunir a família e amigos e comemorar bons momentos juntos. É dia de dar e receber carinho, de celebrar a vida e ver num sorriso de criança toda a esperança brotar para um novo amanhã. 

— Afinal, tudo fica ainda melhor quando estamos ao lado de pessoas que amamos, que vivem ao nosso lado, que compartilham o nosso dia a dia — define o contabilista Romel Azevedo.

Inúmeras famílias costumam elaborar um cardápio com itens tradicionais da época para o almoço de 25 de dezembro. Tantas outras fazem a celebração na noite do dia 24, reunindo parentes para a ceia e a troca de presentes. Seja qual for a tradição familiar, de ceia ou almoço, o que não pode faltar é um menu composto de peru, chester, aves especiais, lombo, pernil, arroz à grega, farofa, maionese, salpicão de frango, panetones e espumantes.

Opções

Enquanto algumas famílias podem desfrutar de um suculento cardápio, outras optam por uma ceia mais simples, devido aos altos preços de certos itens de tradição à mesa.

— Lá em casa vamos fazer o simples, mas com muito amor. No lugar do peru teremos um frango assado com batatas dorê, um arroz com legumes, farofa e a tradicional maionese. E cada convidado levará um acompanhamento diferente — relata a auxiliar de serviços gerais Geralda Souza. 

Já outras famílias se reúnem em restaurantes para as confraternizações e trocas de presentes.

— Já piloto um fogão o ano inteiro e não vou perder tempo para comemorar o Natal. Quero dar atenção aos meus familiares, meus filhos e netos. Então, como tradição, nos reunimos com toda a família num restaurante, onde dividimos todas as despesas — conta a especialista em imóveis de luxo Kátia Maia. 

Sentimentos 

O dar e receber nessa época do ano vem acompanhado de muito amor, solidariedade ao próximo e reflexão sobre a vida, características marcantes do espírito de Natal. E, para muitos, a presença da família é o mais importante. 

— O verdadeiro presente de Natal é ter a família reunida em oração e confraternização — sintetiza o espírito de Natal, a senhora Ana Lúcia Cruz, que completará 80 anos nesta sexta-feira, reunida com seus familiares para iniciar as comemorações do Natal. 

 

 

Comentários
×