Câmara deve ter mais um candidato a deputado federal

Flávio Marra confirmou intenção de disputar vaga após definição de Cleitinho; Diego Espino também estará no páreo

 

Bruno Bueno

O Legislativo Municipal deve ter dois concorrentes para o cargo de deputado federal nas eleições deste ano. Flávio Marra (Patriota) confirmou ontem ao Agora a intenção de ser pré-candidato a uma vaga na Câmara Federal. Ele se junta a Diego Espino (PSL) que, por meio de sua assessoria, também confirmou a intenção de pleitear um assento na Casa em Brasília.

No levantamento realizado pelo Agora nesta semana, seis parlamentares foram apontados como possíveis candidatos, sendo quatro deles a deputado estadual e um para deputado federal. Flávio havia confirmado que sairia como candidato mas, aguardando a definição de Cleitinho Azevedo (PSC), ainda não sabia dizer para qual vaga. Com a definição do deputado estadual, que confirmou sua pré-candidatura ao Senado, Marra se decidiu.

 

Flávio Marra x Diego Espino

Os dois vereadores da Câmara de Divinópolis que devem concorrer ao cargo federal estão em primeiro mandato.  

Marra foi eleito 1.138 votos e se destacou pelo trabalho em defesa da causa animal na cidade, além de parcerias com empresas por meio do programa “Adote um Bem Público”. Espino, por sua vez, tem quase 80 mil seguidores nas redes sociais e também se destacou por trazer instituições interessadas em revitalizar espaços no município.

Não será a primeira vez que Marra e Espino vão travar uma disputa política. A rivalidade entre os vereadores se mostrou frequente no ano passado. Em julho, os políticos se desentenderam por várias vezes e, segundo fontes, quase teriam partido para a agressão física. A troca de farpas também se estendeu em pronunciamentos na Tribuna durante todo o ano.

 

Decisão

A decisão de Marra dependia do posicionamento de Cleitinho Azevedo. O deputado estadual declarou ontem em primeira mão ao Agora que será pré-candidato ao Senado, condição que favorece a pré-candidatura de Flávio ao cargo federal. O ex-vereador anunciou a saída do Cidadania e sua filiação ao PSC, partido de seus irmãos Gleidson Azevedo, prefeito de Divinópolis, e Eduardo Azevedo, vereador e futuro pré-candidato a deputado estadual.

Segundo apuração do Agora, Cleitinho conversava há pelo menos um mês com partidos para analisar as possibilidades da pré-candidatura. A disputa deve ser acirrada no estado, mas praticamente solitária na região. Divinópolis nunca teve sequer um candidato natural da cidade.

O nome de Sargento Elton (PMN) também impedia uma possível candidatura de Flávio. O ex-vereador fazia parte do mesmo partido que Marra - Patriota - e deve concorrer ao mesmo cargo. No entanto, em entrevista nesta semana, o ex-vereador que defende pautas conservadoras anunciou sua filiação ao PMN e confirmou sua pré-candidatura ao cargo federal.

 

Maior número

Divinópolis pode ter o maior número de candidaturas na história. Segundo levantamento feito pela reportagem, ao menos 16 nomes têm intenção de disputar vagas na Assembleia e Congresso Nacional.

Na Câmara serão seis. Josafá Anderson (CDN), Lohanna França e Edsom Sousa (ambos sem partido) e Eduardo Azevedo (PSC) devem tentar uma vaga como deputado estadual na Assembleia. Como dito anteriormente, Flávio Marra (Patriota) e Diego Espino (PSL) devem pleitear assentos como deputado federal.

Fora do Legislativo de Divinópolis são outros dez nomes, sendo cinco para cada espaço político. Domingos Sávio (PSDB), Sargento Elton (PMN), Laiz Soares (SD), Jaime Martins (DEM) e Fabiano Tolentino (PSC) devem tentar uma vaga em Brasília. Já Flávia Gontijo (SD), Valéria Morato (PC do B), Delano Santiago (PRTB), Thay Araújo e Luciana Santos (ambas do PT) buscam um assento em Belo Horizonte. 

 

Prazos

O fim desta semana marca o vencimento de prazos importantes do Calendário Eleitoral de 2022. A janela partidária, em que atuais políticos podem trocar de partido para concorrer sem perder o mandato, termina hoje.

Amanhã é o prazo máximo para futuros candidatos que trabalham em cargos públicos saírem de seus trabalhos. É, também, a data limite para que todos os eventuais candidatos estejam com a filiação aprovada pelo partido político pelo qual pretendem concorrer.

O prazo para registro das legendas que pretendem lançar candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também vence no sábado. O dia 2 ainda é a data limite para que eventuais candidatos confirmem o domicílio eleitoral no local em que desejam disputar as eleições.

 

Comentários
×