Caixinha de surpresa

Caixinha de surpresa

O Poder Legislativo divinopolitano mais uma vez dá aula de como não ser e não agir quando se é eleito para representar o povo. Já não é de hoje que a atuação dos parlamentares é no mínimo questionável. Quando todos imaginavam que não tinha como uma legislatura ser pior do que a anterior, a atual conseguiu esse feito. E a cada ano a situação piora, e o que se tem é a certeza que a tendência é ficar ainda pior.  O vereador Diego Espino foi denunciado por meio de uma representação, nesta semana, pelo colega de parlamento Flávio Marra, por quebra de decoro parlamentar. Quem leu a denúncia se espantou com a quantidade de argumentos – até bem fundamentados – apontados por Marra contra Espino. Em um dos pontos trazidos está a de que supostamente Diego Espino teria ameaçado colocar todos os vereadores na prisão. O fato é que o documento será lido na reunião da próxima terça-feira e os parlamentares vão votar se acatam ou não a denúncia, que poderá culminar na cassação do mandato de Espino. 

Outra discussão que chamou a atenção nesta semana na Câmara foi o início de uma rixa entre os vereadores Edsom Sousa e Ana Paulo do Quintino acerca da liderança do governo. A questão começou na última quinta-feira, quando a vereadora questionou o líder do governo sobre o projeto de lei que autorizava a Prefeitura de Divinópolis a subsidiar o transporte coletivo. Foi o  bastante para  que uma possível saída da liderança do governo fosse anunciada e acusações começassem a ser feitas. A verdade é que se em frente aos “holofotes” divinopolitanos a situação está assim, é bem possível imaginar como andam os bastidores do Poder Legislativo. 

Disputas de ego à parte, a grande aposta é: os vereadores vão aceitar a denúncia contra Espino? Apesar de o tema estar sendo debatido entre quem acompanha a política local, é fato que não é possível “bater o martelo” sobre o assunto, pois a Câmara de Divinópolis é uma “caixinha de surpresa”. Um fato inegável, incontestável, é que, se a denúncia render likes, comentários e compartilhamentos, o nobre edil pode começar a elaborar a sua defesa, afinal de contas, aqui o povo tem a “Câmara hollywoodiana”. Por aqui, quanto maior o espetáculo, maior o engajamento dos vereadores. Escrever estas linhas, constatar tudo isso, dói, e muito. É triste pensar que uma cidade como Divinópolis hoje tenha praticamente apenas que sobreviver a tudo isso. E engana-se quem pensa que o mínimo desenvolvimento que o município teve nos últimos 20 anos se deve a atuação política. Ai de Divinópolis se não fosse seu povo, que literalmente carrega a cidade nas costas. 

É como dizem por aí: é muito show para pouca Xuxa. É muito vídeo para pouco trabalho. É muito holofote para pouco desenvolvimento. Enquanto isso, o povo, que sente e espere, pois nem de longe se vê sinal de melhora. 

Comentários
×