Bruna Costa: Uma artista multitalentosa da cidade e do divino

BRUNA COSTA: UMA ARTISTA MULTITALENTOSA DA CIDADE DO DIVINO

Bruna Costa é daquelas artistas que transitam bem por diversas artes. Já trabalhou com moda, teatro, palhaçaria, poesia, música, dança e artesanato. Mineira de Bom Despacho, chegou em Divinópolis em 2004, aos 10 anos de idade, quando teve seu primeiro contato com as artes plásticas, frequentando aulas de pintura. A partir desse momento, seguir o caminho das artes foi natural para ela.

Em 2011 começou suas primeiras experiências teatrais ao participar do curso Sanguinho Novo do Neac, ministrado por Markus Marques, um dos mais antigos diretores de teatro da cidade. Não parou mais... No ano seguinte participou também do Curso de Iniciação Teatral dos Teatráveis no Cegec e estrelou duas peças como finalização do curso, ambas no palco do Teatro Usina Gravatá.

Nesse mesmo ano, Bruna participou de diversas oficinas, workshops e cursos na área do teatro, mas uma em especial marcou sua vida. Foi a oficina de Clown ministrada pelo palhaço, professor e cordelista Juvenal Bernardes, que, em apenas um e intensivo fim de semana, foi o suficiente para render a palhaça AMORA, o Feminino do Amor, como gosta de se apresentar. A AMORA já existe há quase uma década e foi para Bruna uma das experiências mais completas no mundo da arte.

 

A artista também já trabalhou em produções culturais, função que ajudou a despertar nela o desejo de cursar comunicação social com ênfase em jornalismo e, com isso, desapontou outra habilidade que ela domina muito bem: a escrita. A jovem artista percebeu a oportunidade de atuar num escopo maior da cultura.

Nos quatro anos de curso, vivenciou como estagiária a rotina de jornal diário, revista para o público feminino e agência de marketing digital. Na área cultural, participou da equipe de comunicação da Festa Literária de Divinópolis, a Flid, nos anos 2015 e 2016. Sua relação com a Festa é completa: ora como apreciadora e amante da literatura, ora como oficineira e empreendedora cultural. Na última edição de 2020, compôs a mesa do bate-papo “Vozes diversas e espaços diversos”, ao lado da bailarina e professora Renata Alves.

Em 2018, foi cofundadora, ao lado artista Miguel Levi, da produtora Casa Palavra, que é um espaço de encontros, debates e estudos sobre a arte e a cultura com palhaços, contadores de histórias e fazedores de cultura da cidade do Divino. Embora os encontros tenham sido encerrados na pandemia, o projeto ainda existe e em breve estará de volta presencialmente.

 

“Qualquer ser humano que ouse aprender a se conhecer e a se expressar através da arte experimenta o poder transformador que ela tem”, enfatiza Bruna Costa

 

Atualmente, Bruna produz conteúdo poético em seus perfis no Instagram: @nuna_costa [email protected] Também empreende como artesã e criadora de conteúdo no AmoSer Ateliê, que pode ser conhecido pelo perfil @amosercriativa. Além disso, a multiartista está desenvolvendo dois projetos inéditos: o primeiro envolve a publicação de um livro e lançamento de seu EP autoral, ambos assinados como Clara Amarine, e um segundo que resgata o trabalho da Casa Palavra com o intuito de registrar a memória da cultura de praças da cidade. Em breve esses projetos serão lançados.

Para entrar em contato com a Bruna Costa, envie uma mensagem no contato: (37)98410-6600.

 

ANOTE AÍ...

A Bruna fez o seu cadastro e agora está participando da Coluna Cultura +. Quer participar também? Corre no link da bio @laraordones ou @aciddivinopolis

Comentários
×