Black Friday, Copa e Natal são apostas para o 2° semestre

Campanha oficial do comércio de Divinópolis, o Divino Natal, sorteará mais de R$ 60 mil em prêmios

Jorge Guimarães

Depois de dois anos com acúmulo de prejuízos, o comércio aposta suas fichas no segundo semestre de 2022 para mudar esse cenário, especialmente no contexto da Copa do Mundo. O fim do ano, geralmente, é mais lucrativo para os empresários, haja vista datas comerciais como a Black Friday e o Natal. A moderação na empolgação fica por conta do cenário de juros ainda altos, que atrapalha quem quer parcelar uma televisão nova para assistir aos jogos do Catar.

A inflação acumulada alta e o endividamento das famílias trazem certa cautela ao empresariado, que, mesmo assim, acredita em boas vendas. Neste fim de ano, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Divinópolis iniciou a adesão de empresas para participarem do Divino Natal, que sorteará mais de R$ 60 mil em prêmios.

O presidente da entidade, Heider de Freitas, lembra que neste ano tem ainda o Auxílio Brasil e a Copa do Mundo, que são alavancas positivas a mais na conta. Ele revela que as pesquisas apontam para uma melhora no comércio para o segundo semestre. 

Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), há uma continuidade no processo de crescimento da intenção de consumo iniciado em janeiro. 

— O empresário precisa ficar atento a esse cenário favorável e se preparar para as vendas. Esperamos um segundo semestre ainda melhor do que no ano passado. E a CDL vem com a nossa já tradicional campanha de prêmios Divino Natal, para movimentar ainda mais nossa economia e premiar o consumidor — revela. 

Confiança

O empresário Lugo Aracele Leão Silveira está confiante com os eventos sazonais, como Dia das Crianças, Black Friday e Natal, além do impacto positivo que a Copa do Mundo deve trazer.

— Já fizemos os pedidos das camisas da Seleção Brasileira, que devem chegar entre o fim de setembro  e o início de outubro. A Copa vem como uma oportunidade extra neste fim de ano e estamos confiantes nas boas vendas. Melhor ainda se o Brasil avançar na competição, pois a empolgação toma conta de todos os torcedores e as vendas tendem a crescer. Lembrando que outros itens também têm boas saídas, como tênis e bermudas — avaliou o empresário. 

Com o advento da Copa, no Catar, outro setor que deve alavancar bastante suas vendas são as grandes lojas de eletrodomésticos, que torcem para que as vendas  de eletrônicos e TVs superem as expectativas. 

— Em ano de Copa do Mundo, as vendas de TVs geralmente aumentam e as fábricas fazem ofertas para atrair ainda mais o consumidor. Assim esperamos que seja e ainda contamos com as datas da Black Friday e Natal, podemos ter vendas acima de nossas expectativas — avaliou o vendedor Luiz Carlos Silva. 

Comentários
×