Black Friday 2022: dicas importantes!

Dia 25 de novembro se aproxima e a Black Friday bate à nossa porta, com promoções em vista e a ansiedade em alta para aproveitar os descontos da promoção anual. A promoção deve ser atrativa para o consumidor brasileiro, senão ela se passa ser a tão comentada "black fraude". Os órgãos de defesa do consumidor deverão redobrar sua atenção e fiscalização para proporcionar aos brasileiros uma efetiva e concreta vantagem para os interessados.  

Importante destacar algumas dicas para os consumidores para evitar frustrações oriundas dessas promoções:

  • Compras somente dentro do orçamento, evite comprar por comprar, importante se programar levando em contas do futuro como IPTU, IPVA, matrícula e material escolar etc. 
  • Decida de forma clara e evidente o que deseja comprar. Não vá às compras no escuro, programe sua compra, saiba que produto comprar, marca, característica e preço. 
  • Faça cadastro em lojas virtuais "conhecidas", pois o consumidor passa a receber, inclusive, via e-mail, dicas de promoções e de valores, o que pode se tornar um parâmetro para a compra.  
  • Fique atento para os preços anteriores à época do Black Friday. Como temos alguns dias para a promoção, já pesquise os valores dos produtos e guarde os prints – isso proporcionará comparação dos preços, se de fato houve ou não redução dos preços.
  • Evite cair em pegadinhas como a do “cronômetro”, isso serve justamente para gerar desespero aos consumidores, para entender que a promoção e os produtos estejam acabando no estoque. Saiba que o fornecedor deve cumprir com a oferta e manter seus estoques.
  • Muito cuidado com sites falsos, usam de muita malícia para atrair os consumidores e se passam por sites idênticos aos originais. 
  • Aconselhamos não fazer transações em redes sociais, como whatsapp, facebook e instagram, porque, em grande parte, esses espaços não têm registro, não emitem nota fiscal e deixam o consumidor descoberto caso surja algum problema.
  • Sugerimos que as aquisições sejam feitas em sites de compras devidamente registrados e com informações importantes como CNPJ, endereço, telefones de contato etc. 
  • Outra dica em relação ao site de compra é a consulta de sua segurança, com seu antivírus atualizado, no momento da transação, confira se no canto inferior da tela há um cadeado ou chave, por exemplo.  
  • Suspeite de ofertas muito tentadoras. Em caso de dúvida, ligue para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa e confira se o preço praticado é aquele mesmo e, se possível, peça que envie a promoção para seu email, mensagens de celular etc. Isso proporciona ao consumidor o registro da oferta. Pela internet, a opção é dar print nas promoções. 
  • No ato das compras, salve todos os passos da compra em seu computador, além dos dados da compra, como o nome do site, produtos pedidos, valor pago, forma de pagamento, data de entrega do produto e número de protocolo da compra ou do pedido, se houver. 
  • Cuidado com os dados pessoais, bancários, senhas, forneça somente o básico, pois senão terceiros passam a fazer compras em nome do consumidor. 
  • Exija a informação de prazo de entrega, pois os fornecedores devem cumprir com esta informação. 
  • Nas compras consideradas "fora do estabelecimento", o consumidor tem direito ao arrependimento, o consumidor pode desistir da compra no prazo de sete dias a contar da sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço. 

Esse direito de arrependimento não existe para as compras em estabelecimentos físicos, onde o consumidor tem a oportunidade de escolher o produto. 

Com essas singelas dicas, a sua Black Friday de 2022 poderá ser vantajosa. De qualquer forma, em caso de alguma reclamação por parte do consumidor, recorra ao Procon e aos Órgãos de Defesa do Consumidor. 

Eduardo Augusto Silva Teixeira - Advogado 

[email protected] 

 

Comentários
×