Avião que caiu com Marília Mendonça começa a ser retirado do local do acidente

Da Redação

O avião bimotor que levava a cantora Marília Mendonça para um show em Caratinga/MG, e caiu na tarde dessa sexta-feira, 5, começou a ser retirado do local do acidente, na manhã de hoje, 7. A aeronave está sendo tirada por um guindaste, e não há previsão de término do trabalho, pois segundo a empresa responsável, a equipe envolvida encontrou diversos obstáculos. O avião foi retirado para fora da correnteza na noite de ontem, 6.

A empresa dona da aeronave, PEC Táxi Aéreo, foi autorizada a recolher os destroços após o trabalho de perícia da Polícia Civil e do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

O Centro informou por meio de nota, que outra etapa da perícia continuará a ser realizada no hangar onde o avião ficará, já que não há mais necessidade de que a aeronave continue no local onde caiu. O avião será levado para o aeroporto de Caratinga, a cerca de dois quilômetros do lugar do acidente, onde deveria ter pousado na tarde da última sexta-feira.

Ainda segundo o Cenipa, o avião não possuía caixa-preta, mas foi encontrado um spot geolocalizador, que será confrontado com o plano de voo e poderá ajudar a entender as causas do acidente.

- Ainda não fizemos nenhuma análise, nosso serviço aqui agora é procurar evidências. Então ela é uma evidência que será analisada em outro momento. Esse geolocalizador dá coordenadas geográficas, posições no terreno onde essa aeronave pode ter passado – explicou o tenente-coronel Oziel Silveira, chefe do Cenipa III.

 

Comentários
×