Armário Verde

 

BLOCO DE MODA

Wagner Penna

ARMÁRIO VERDE

O assunto da sustentabilidade na moda vai alcançando todos os segmentos que, de alguma forma, estão ligados ao meio-ambiente. É o caso da revista National Geographic (ou Nat Geo) que, recentemente, veiculou um podcast em sua versão brasileira falando do “slow fashion”. O termo em inglês pode ser traduzido, livremente, como a moda contrária ao “fast fashion” e, portanto, mais responsável com as práticas de sustentabilidade.

No seu canal, é possível acessar a matéria – a qual, inclusive, faz um resumo muito bom do que é a sustentabilidade na cadeia têxtil. Buscando informações e exemplos em publicações já feitas sobre o assunto, ela cita, entre outros, o livro “Armário Sostenible”, em que esse tema é dissecado.

Os dados ali assinalados culpam a moda por grande parte da poluição das águas no mundo inteiro, por ter acelerado o ritmo de injustiças sociais com a produção em massa de roupas (mais de 150 bilhões de peças/ano, quando a população mundial é de 7 bilhões de pessoas) e também por gerar um frenesi pelo consumismo – notadamente após a Segunda Guerra Mundial.

Mas, também, aponta soluções para que se produza uma moda mais “verde”, no sentido ecológico, e menos destrutiva.

 Amém!!!

 

VAIVÉM

  • O estilista italiano Valentino completou, nesta semana, 90 anos de vida bem vivida – tanto como profissional quanto na âmbito pessoal. Famoso por vestir Jacqueline Kennedy (de quem era amigo), é uma referência de moda desde os anos 1960. A sua marca foi vendida em 2008 e ele vive em Roma – cercado de seus cachorrinhos “pug”.

 

  • O estilista mineiro Bruno Coelho está todo feliz da vida. É que sua mais nova coleção (com estampas orgânicas e geométricas lindíssimas e bem coloridas) acaba de ser lançada em Londres. Sua marca Lobb já está nas vitrines da loja Brimful Store, na Formosa Street. Um sucesso! 

 

  • PONTO FINAL. Como a coluna está no assunto “moda verde” nesta semana, vale ressaltar algumas marcas que trabalham, em Minas, com essa pegada. Segundo um levantamento recente, entre as mais destacadas estão Jardin e a Libertees. No plano nacional, nomes como Flávia Aranha , Oriba e Comas trabalham no assunto. 

 

Comentários
×