Após confusão, Prefeitura de Divinópolis volta atrás e idosos precisam se cadastrar para receber dose de reforço

Um dos familiares acionou a Polícia após retirada de idoso da fila de vacinação

Da Redação

Idosos que desejam receber a dose de reforço contra covid-19 vão, novamente, precisar se cadastrar pelo telefone. Os números de contato são:  (37) 3229-6870 e (37) 9.9105-0016. A Prefeitura voltou atrás da decisão tomada neste semana de que esse público não precisaria de agendamento. O motivo foi a confusão gerada nesta sexta-feira, 24.

Segundo o Executivo, mais de 100 idosos precisaram ser retirados da fila de vacinação por não atenderem aos critérios de vacinação da dose de reforço — é necessário ter tomado a segunda dose de CoronaVac há, pelo menos, seis meses (até 27 de março). Diante da aglomeração, o cadastro foi novamente implantado para que os profissionais de saúde possam conferir se o idoso se enquadra no perfil.

— Hoje, houve uma irritação generalizada de familiares dos idosos que não conseguiram compreender sobre o aprazamento necessário para tomar a dose de reforço, que é 180 dias após a segunda dose da vacina. — destacou a Prefeitura.

Houve, inclusive, quem registrasse Boletim de Ocorrência contra a situação.

— Lamentavelmente houve familiar que recorreu à Polícia Militar, com o objetivo de fazer Boletim de Ocorrência alegando que o idosos teria direito a tomar a dose de reforço, mesmo o idoso não estando apto a tomar a vacina — relatou, em nota, a Prefeitura.

Os critérios estabelecidos para vacinação da dose de reforço são definidos pelo Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde do Governo Federal e o descumprimento dos prazos caracteriza crime por parte do gestor que autorizar a vacinação.

— Pessoas com segunda dose em atraso devem procurar um drivethru sem necessidade de agendamento, mas serão atendidas após às 15h. A medida tem como objetivo não gerar aglomeração — comunicou.


Comentários
×