Anderson da Academia promete trabalho e união na Câmara

Suplente de Eduardo Azevedo assume cadeira do Legislativo no início de 2023

Bruno Bueno

A vitória de Eduardo Azevedo (PSC) nas urnas deixou outro político alegre. Anderson da Academia do mesmo partido aguardava ansioso a oportunidade de substituir o vereador na Câmara de Divinópolis. Os 92 mil votos do colega, que está de malas prontas para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), abriram a oportunidade. 

O substituto assume no início de 2023 com a responsabilidade de ingressar em trâmites em andamento no Legislativo. Entrevistado pelo Agora nesta semana, ele prometeu trabalho e união.

Conheça

Profissional de Educação Física, Anderson é pós-graduado em nutrição esportiva e personal de musculação e kickboxing.

Com 562 votos, foi o terceiro mais votado do PSC nas últimas eleições. Os dois primeiros foram eleitos (Eduardo e Ana Paula do Quintino). Sendo assim, conforme o regulamento eleitoral, está apto para assumir a vaga do irmão de Cleitinho Azevedo.

História

Anderson é um profissional de saúde reconhecido em Divinópolis. Contudo, sua história empresarial começou bem antes disso.

— Eu tenho uma história parecida com os verdureiros [Cleitinho, Eduardo e Gleidson]. Eu sou o jardineiro. Trabalhei nessa função em uma escola particular, onde também estudei e, posteriormente, me tornei gerente administrativo. (...) Foi lá também que surgiu o amor pela política, porque eles debatiam muito — afirma.

Mesmo com as dificuldades, Anderson decidiu largar a profissão estável para abrir o negócio dos seus sonhos.

 — Lá também surgiu o amor pelo esporte e pelo estudo. Entrei para a faculdade de educação física e, posteriormente, ingressei em gestão empresarial. Saí da escola para montar meu próprio negócio e hoje tenho minha própria academia há 25 anos. Também tenho pós-graduação em nutrição (...) — ressalta.

Preparação

O novo vereador decidiu fazer um curso de Ciência Política. Para ele, o estudo e a preparação são fundamentais para exercer um cargo público tão importante.

— Vejo como fundamental. Não estou discriminando ninguém, mas hoje o estudo é a base de tudo. Nós sempre temos que buscar conhecimento e coisas novas para buscar uma renovação — pontua.

Entre suas promessas, Anderson reitera que deseja escutar as principais demandas do divinopolitano e fazer o possível para resolvê-las com transparência.

— Trabalhar muito. Eu trabalho das 6h às 22h. Prometo para Divinópolis honra e disciplina. Vou estar de portas abertas para a população a fim de enxergar as principais dificuldades. Eu quero ser diferente. Quero bater de porta em porta e observar no que posso contribuir com meu trabalho e auxiliando a Prefeitura — defende.

Gleidson

Questionado sobre a relação com o prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo (PSC), Anderson disse que já iniciou conversas com o gestor para ajudá-lo.

— Eu conversei com o Gleidson e me senti muito confiante. Não é à toa que eles foram bem votados. Tenho que dar valor nisso. (...) Ele foi muito transparente. Disse que se tiver algo errado para conversar com ele e resolver. Eu estou com ele para ajudar a cidade — enfatiza.

O político também falou sobre o trabalho realizado pelos vereadores nos primeiros dois anos de mandato. Para ele, faltou união entre os colegas parlamentares.

— Tenho certeza que todos querem o melhor para Divinópolis. Se a união faz a força, quem ganha é o povo. Ninguém pode querer ultrapassar o outro. É respeitar e unir forças para fazer algo diferente. A Câmara precisa de união — acrescenta.

Emoção

Anderson descreveu a emoção de assumir a vaga. Ele reconhece que, após perder a eleição, não esperava ter uma segunda chance.

— O coração bateu muito forte. Eu entrei numa equipe boa com o Cleitinho e o irmão dele no PSC. Fui convidado por eles e fiquei muito feliz por essa quantidade de votos que me propiciou ser chamado como suplente para levar a bandeira de Divinópolis no esporte, na saúde e em outras áreas — conta.

Por fim, ele direcionou um recado para a população divinopolitana.

— Desde 2012 eu tento ser vereador. Apareceu em um momento para fazer o bem para Divinópolis. Quero fazer neste dois anos o que em quatro anos talvez um outro vereador não fez. Vou mostrar. Estou à disposição para todos — conclui.

Recado

Eduardo Azevedo também falou ao Agora nesta semana. O deputado eleito desejou boa sorte ao substituto.

— Eu já conversei com ele e mostrei como funciona. Disse também que não é fácil e que ele vai ser cobrado. Eu espero que ele corresponda às pessoas que votaram em mim e que votaram nele. Tomara que ele continue esse trabalho — declarou.

Eduardo considera Anderson “um cara honesto, simples, trabalhador e, ao que tudo indica, com tendência ao lado conservador”. No entanto, afirmou que “não pode responder por alguém que não começou o trabalho”.

Outro substituto

A vereadora Lohanna França (PV) também deixa a Câmara para assumir o cargo de deputada estadual. Para substituí-la, um velho conhecido retorna ao Legislativo. Quem assume é o suplente do partido pela qual a parlamentar foi eleita em 2020, Periquito Beleza (Cidadania). 

Ele foi eleito nas eleições de 2012 com 1.494 votos. No entanto, tentou duas vezes e não conseguiu voltar, recebendo apenas 657 na última disputa.

Comentários
×