Aécio Neves desiste de disputar o Senado e abre caminho para Cleitinho

Tucano tentará a reeleição para deputado federal e seu substituto é o vereador Bruno Miranda do PDT

Da Redação


O deputado federal Aécio Neves (PSDB) prometeu e divulgou nesta quinta-feira, 4, sua decisão sobre as eleições 2022. O tucano anunciou que desistiu da sua candidatura ao Senado por Minas Gerais. Ele revela que tentará reeleição à Câmara dos Deputados.
- Estou aqui, como prometido para anunciar a minha decisão. Após profunda reflexão avaliamos que o mais importante no momento é fortalecer juntos a candidatura de Marcus Pestana ao governo - disse em vídeo.
Na gravação, o deputado afirmou que a chapa terá o vereador Bruno Miranda, do PDT, em seu lugar para o Senado.


De volta?


Ao falar da intenção da continuidade na Câmara Federal, Aécio deixou escapar que pode voltar a disputar o governo de Minas.
- Vou deixar a disputa do Senado para o Bruno Miranda, um grande quadro do PDT. Serei candidato a deputado federal, para tentar retomar o trabalho que venho fazendo na Câmara. Mas estejam certo que essa é apenas uma etapa de um projeto que vai muito mais longe. Dentro de algum tempo pretendo ver Minas Gerais voltar ao tempo em que as coisas funcionavam e que os mineiros se orgulhavam de seu governo - disse o tucano.


Cletinho


Onde o deputado Cleitinho Azevedo (PSC) entra nesta decisão? O divinopolitano é pré-candidato ao Senado e já afrimou que se não não for para este cargo, nem disputa a eleição. A afirmação veio em resposta as especulções de que sua legenda o boicotaria. No entanto, houve uma reviravolta e o presidente Jair Bolsonaro o escolheu como seu candidato em Minas Gerais em reunião realizada em Brasília na última terça. Em resposta o comando do partido do Estado disse respeitar e apoiar Bolsonaro, mas é ela quem decide.
A convenção ocorre amanhã em Belo Horizonte e caso o Diretório do Partido confirme o nome de Cleitinho, ele pode ter vantagem em relação aos demais, já que, conforme pesquisas, era o segundo colocado, perdia apenas para Aécio o primeiro, que desistiu da candidatura.

Comentários
×