Acusado de matar mãe e filha é encontrado morto

Homem teria pedido perdão e tirou a própria vida na manhã desta terça-feira; PM prende amigo que o abrigou em casa

Da Redação

O homem que matou sua ex-companheira e a filha na madrugada de ontem no bairro Padre Eustáquio foi encontrado morto na manhã desta terça-feira, 31. A informação foi confirmada pela Polícia Militar (PM). Magdo Haroldo dos Santos de 44 anos tirou a própria vida no próprio bairro onde cometeu os crimes. Lá também, foi preso pela PM, um amigo que teria o escondido em sua casa dele.

Os crimes

Socorristas do Samu receberam um chamado por volta das 03h36 para apoio ao Corpo de Bombeiros, no atendimento de agressão física, ferimento de faca, seguido de incêndio, na rua Buenos Aires, bairro Padre Eustáquio, região Sudeste da cidade.

— Ao chegar no local a equipe da Unidade de Suporte Básico (USB) averiguou que haviam cinco vítimas e precisou de apoio da outra USB. No local, uma adolescente, de 12 anos, já estava morta. Dois meninos, um de cinco e outro de três anos, conscientes e aparentemente estáveis, foram levados para a UPA — informou o Samu em nota.

Outro adolescente, de 15 anos, estava consciente, com ferimentos leves, porém com necessidade de sutura no braço. Uma mulher, de 36 anos, com rebaixamento do nível de consciência, e vários ferimentos pelo corpo e com queimaduras em mais de 50% do corpo. Ela foi levada e  socorrida ao Hospital São João de Deus, mas não resistiu aos ferimentos.

Comentários
×