Abril tem Minas Trend

 

BLOCO DE MODA

Wagner  Penna

   ABRIL TEM MINAS TREND

  A decisão de transferir os desfiles das escolas de samba do Rio e São Paulo para o mês de abril sinalizou algo importante também para a moda. Com a previsão dos infectologistas de que o pico da ômicron seria em fevereiro, um decréscimo acentuado chega em março e uma “janela de segurança sanitária”  ocorrerá em abril, por isso, a data foi liberada.

  Assim, os organizadores da Minas Trend marcaram a realização de sua próxima edição também para o período, mais exatamente para os dias 19, 20 e 21 de abril, no Expominas, em Beagá. Nos estandes e desfiles programados, o verão 22/23. O formato continua o mesmo – estandes para vestido, sapato, bolsa & bijus com vendas por atacado. 

 Mas o movimento da moda mineira, na realidade, começa um pouco antes – já no mês de março. É para a primeira semana daquele mês (7 a 11) que está programada a BH-à-Porter, “feira a céu aberto”, isto é, realizada nos próprios showrooms das marcas, vendendo a pronta-entrega (atacado) para o inverno 22. 

  Como se vê, os lançamentos da moda do primeiro trimestre do ano prometem dois meses de intensa atividade fashion na “Capital da Moda”.

 

NOVA SERRANA FEIRA DE MODA: SUCESSO EM SÃO PAULO

  •  O Sindinova  brilhou durante a semana de lançamentos para o inverno em acessórios, em São Paulo, com a sua Nova Serrana Feira de Moda – realizada no prestigioso pavilhão do Anhembi.  Segundo o levantamento da entidade, mais de mil compradores passaram por lá, entre nacionais e internacionais.  As propostas invernais das marcas participantes foram muito muito elogiadas – e as vendas concretizadas.

    O presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda, espera que “esta feira tenha dado a largada no ano de 2022 e que  possa impulsionar, economicamente, as empresas, melhorar as vendas já que este ano a gente imagina que seja mais previsível”. 

Ainda de acordo com Lacerda, a excelente repercussão da NSFM comprova que as pessoas estão ansiosas para a volta ao normal e que os lojistas precisam renovar o seu estoque.

 A feira superou plenamente as expectativas — concluiu

 

  • PONTO FINAL. Como já repetimos aqui, várias vezes, a moda está cada vez mais moldada pela gestão. Pois agora, um belo movimento no circuito financeiro em relação à moda foi dado pela Arezzo – vendendo ações para obter 800 milhões de reais e continuar seu programa de expansão, aquisição e fusões. Valendo já quase 8 bilhões, o grupo passaria à condição de maior “house of brands” (casa de marcas) do país. À frente disso tudo, o talento de Alexandre Birman.
Comentários
×