Abastecer com álcool é mais vantajoso em Divinópolis

No começo do ano, o litro do combustível estava cotado a R$ 5,14; redução no preço foi de 7,3%

 

No começo do ano, o litro do combustível estava cotado a R$ 5,14; redução no preço foi de 7,3% 

Pablo Santos

Abastecer com etanol é mais vantajoso em Divinópolis na comparação com a gasolina. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o litro do derivado da cana-de-açúcar registrou declínio de 7,3%, desde o começo do ano.

Conforme os dados de 26 de junho a 2 de julho, o litro do combustível na cidade está cotado, em média, R$ 4,76. No começo do ano, era vendido a R$ 5,14, ou seja, queda 7,3% quando comparado os dois períodos. 

Cálculo

Segundo a pesquisa, o preço do litro do etanol equivale a 66% do valor do litro da gasolina. A vantagem do etanol é calculada considerando que o biocombustível tem, em média, 70% do poder calorífico da gasolina. Assim, para saber se o etanol é mais vantajoso ou não, basta multiplicar o valor do litro da gasolina por 0,7. Se o valor resultante for menor que o do litro do etanol, é melhor abastecer com gasolina. Se for maior, o etanol é a melhor opção. 

Vale destacar que a gasolina tem a capacidade de fazer o veículo rodar mais quilômetros do que o etanol. Em média, um litro de gasolina rende até 14 quilômetros, enquanto a mesma quantidade de etanol percorre em média 9 km.

Moagem 

A queda do preço do combustível se deve ao avanço da moagem da cana-de-açúcar. Dados da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig) apontam a moagem de 14,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra. O volume ainda é 12% menor na comparação com os 16,4 milhões de toneladas no mesmo período de 2021. A estimativa revela que, na safra 2022/23, a produção de etanol total será de 2,95 bilhões de litros, aumento de 5%.

A maior produção será do etanol hidratado, 1,7 bilhão de litros, representando uma alta de 10% sobre a safra passada. A produção de etanol anidro ficará 2% inferior, somando 1,2 bilhão de litros. A tendência revela a competitividade do etanol frente à gasolina, uma vez que a previsão é um crescimento de 10% da safra do etanol hidratado.  

 

Legenda: Etanol  leva vantagem em relação à gasolina

Foto: Divulgação

Comentários
×