Thiago Neves marca e Cruzeiro larga na frente na final da Copa do Brasil

José Carlos de Oliveira

O Cruzeiro venceu o duelo de ida da decisão da Copa do Brasil 2018. Na partida da noite desta quarta-feira, no Mineirão, o time mineiro venceu o Corinthians por 1 a 0, e largou na frente dos paulistas na briga pela taça de campeão. Agora, no confronto de volta, marcado para a quarta-feira da próxima semana, dia 17, a Raposa joga pelo empate em São Paulo para ficar com o título, que seria o seu sexto troféu da competição.

No fim de semana os dois times voltam suas atenções para o Campeonato Brasileiro, onde ocupam posições intermediáriasna tabela. No sábado, 13, o Corinthians enfrenta o Santos no Pacaembu, às 19h. No domingo, 14, o Cruzeiro joga com o Vasco da Gama, às 16h, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

Bom jogo

O Cruzeiro foi senhor das ações desde os primeiros minutos e até poderia ter construído uma vantagem maior nesta quarta-feira, se os atacantes tivessem aproveitado todas as oportunidades que foram criadas pelo time.

Enquanto o goleiro Cássio teve grande trabalho para parar as investidas da Raposa, o goleiro Fábio foi um mero espectador do jogo, não sendo exigido uma única vez.

A jogada do único gol do jogo, aos 45 minutos da primeira etapa, foi toda criada por Thiago Neves. O meia-atacante bateu lateral pela direita do ataque, recebeu de volta e virou a bola para Egídio na ponta esquerda. O lateral foi ao fundo e cruzou na área. O próprio Thiago Neves apareceu para cabecear, com a bola tocando ainda no zagueiro Henrique e indo para o fundo das redes: Cruzeiro 1 a 0.

Detalhes da Partida

Jogo: Cruzeiro 1 x 0 Corinthians

Motivo: Jogo de ida da final da Copa do Brasil 2018

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Data: 10/10/2018 (quarta-feira)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Árbitro: Anderson Daronco – FIFA (RS)

Público: 53.368 presentes / 46.308 pagantes

Renda: R$ 4.169.226,50

Gol: Thiago Neves aos 45 minutos do primeiro tempo.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves (David) e Rafinha (Rafael Sóbis); Hernán Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes

Corinthians: Cássio, Fagner, Henrique, Léo Santos e Danilo Avelar; Gabriel e Ralf; Mateus Vital (Araos) e Jádson (Emerson Sheik), Angel Romero e Claison (Pedrinho). Técnico: Jair Ventura

Cartões amarelos: Egidio, Henrique e Thiago Neves (Cruzeiro); Léo Santos, Jadson e Araos (Corinthians)

Cartão vermelho: Araos (Corinthians)

Comentários
×