Sebrae e Abrasel elaboram plano de retomada para bares e restaurantes em Divinópolis

  • Da Redação

Entre os meses de agosto e novembro, o Sebrae Minas, em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurante (Abrasel), vai realizar um plano estratégico de ação para retomada da atividades do setor de alimentação fora do lar, em Divinópolis. O trabalho se inicia na próxima segunda-feira, 3, com uma ação on-line, que acontece a partir das 19h30. As inscrições podem ser feitas por meio do link https://forms.gle/xNL7zTiwLfdqjSDP9. O link da reunião será enviado no WhatsApp inscrito na ficha, na segunda-feira.

De acordo com o analista do Sebrae Minas Denis Magela, inicialmente o plano de retomada vai trabalhar com 30 empreendimentos de alimentação fora do lar, como bares, restaurantes, cafeterias, hamburguerias, entre outros.

— Essa é uma das ações definidas como prioritárias na estratégia de apoio do Sebrae Minas às empresas do setor para a retomada dos negócios na região, em decorrência das restrições de distanciamento social, impostas pela pandemia de covid-19, que estão impactando diretamente as empresas, seja com fechamento total ou parcial — explica Denis.

Historicamente a atuação do Sebrae no município junto ao seguimento de alimentação fora do lar tem atendido um número considerável de empresas. O objetivo é impulsionar o setor, por meio de capacitações e consultorias em gestão e inovação, além da realização de eventos que impulsiona o setor.

— Esperamos preparar as empresas para a abertura de forma segura, considerando as adequações aos protocolos de saúde, para evitar o contágio da covid-19, além de propor melhorias de processos para adoção de novas práticas de operação — pontua Magela.

O que dizem as estatísticas

A Abrasel estima que entre 30 e 40 % dos bares e restaurantes podem fechar as portas definitivamente. Já a “Pesquisa Sebrae: o impacto do coronavírus nos pequenos negócios” revelou que 87% tiveram diminuição do faturamento desde o início da pandemia. 

Entre os que fecharam de vez, a maioria (52%) está em busca de emprego ou pretende ser autônomo. Além disso, 41% das empresas afirmam terem dívidas /empréstimos em aberto.

Consumidores apreensivos com a retomada

Segundo pesquisa realizada pela Galunion e Qualibest no mês de abril, entre os negócios de alimentação que o consumidor mais vai evitar pós distanciamento social estão: quiosques e carrinhos de comida de rua (56%), foodtrucks (42%) e restaurantes de buffet por quilo (40%). 

Ainda de acordo com a pesquisa, nas cidades em que bares e restaurantes já reabriram, as vendas estão entre 50% a 90% mais baixas do que no mesmo período de 2019.

Na pesquisa realizada pela Innovation Center, 52% dos consumidores afirmaram que aumentaram a frequência de cozinhar dentro de casa e pretendem manter essa prática pós covid-19, mais uma barreira para atrair o consumidor até os restaurantes.

— Eu cozinhava em casa só de vez em quando. Com o surgimento da pandemia, acabei me dedicando mais a essa prática e estou gostando. Vou continuar — afirma a videomaker Kátia Fonseca.

Coment√°rios
×