Revista de adolescentes transgêneros é tema de nova reunião na Assembleia

Da Redação

Representantes do Poder Executivo estão sendo reconvocados a se manifestarem sobre procedimentos relacionados à revista de adolescentes transgêneros internados no sistema socioeducativo do Estado. A matéria estará em discussão em audiência da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) hoje, às 10h30, no Plenarinho IV. As informações são da ALMG.

A Resolução 18 da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Seap), baixada em 25 de abril deste ano, determinou que as agentes femininas são as responsáveis por realizar a chamada “revista minuciosa” nas mulheres transgêneros. Essa revista exige que a pessoa retire todas as roupas e tenha suas partes íntimas verificadas para garantir que nenhum item proibido, como drogas, estaria sendo transportado.

Faltaram

Nas outras reuniões agendadas para debater o assunto, dois convidados não participaram nem enviaram representantes: o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Gabriel Rocha, e a subsecretária de Atendimento Socioeducativo da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Camila Barbosa Neves.

Na última audiência, no dia 2, o presidente da comissão e um dos autores do requerimento, deputado Sargento Rodrigues (PTB), disse que o Governo Estadual está “se esquivando e fugindo da responsabilidade”. Os outros autores do requerimento são os deputados João Leite (PSDB) e Cabo Júlio (MDB).

Comentários
×