Reuniões da Câmara voltam a ser transmitidas na internet

 

 

Da Redação 

As reuniões ordinárias da Câmara de vereadores voltaram a ser transmitidas pela internet, nesta terça-feira, 9. A transmissão das reuniões havia sido suspensa no início de julho devido ao início do período eleitoral.

Com isso, as reuniões, que até então eram transmitidas pela TV e pela internet, se tornaram curtas e sem grandes discursos dos vereadores. Nesta terça-feira, a Câmara já disponibilizou o link para acessar a transmissão e também o resumo dos pronunciamentos dos parlamentares.

A reunião ordinária acabou por volta das 16h e somente Janete Aparecida (PSD), Delano Santiago (MDB), Renato Ferreira (PSDB), Roger Viegas (PROS), Ademir Silva (PSD), Zé Luiz da Farmácia (PMN) e Sargento Elton (Patriota) fizeram o uso da palavra.

Os discursos foram ainda voltados para as eleições que ocorreram no domingo, 7. Todos os vereadores que se pronunciaram parabenizaram os colegas que concorreram no pleito deste ano. Dos vereadores que disputaram as eleições, apenas Cleitinho foi eleito, e deixará a Câmara em janeiro de 2019. Os outros, Eduardo Print Júnior (SD), Adair Otaviano (MDB), Sargento Elton continuam na Câmara.

 Projeto

 Além dos discursos voltados para as eleições, os vereadores discutiram apenas um projeto na pauta da ordem do dia, que foi adiado. O Projeto de Resolução 05/2018 altera a resolução Nº 392, de 23 de dezembro de 2008, que dispõe sobre o Regimento Interno da Câmara, renovação e eleição da mesa diretora. A proposta altera a data de votação da nova mesa diretora. Caso aprovada, a votação passará para a 2ª sexta-feira do mês de novembro e a posse dos novos membros da mesa diretora será “será formalizada em reunião especial às 9h, no último dia útil do mês de dezembro do ano de conclusão dos mandatos da Mesa Diretora eleita na inauguração da Legislatura”. A votação do projeto foi adiada.

 Transmissão da TV

 Apesar da volta da transmissão pela internet, as reuniões ordinárias só voltarão a ser televisionadas após o segundo turno. A suspensão da exibição acata uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Comentários
×