Pais de crianças de projeto social apontam atraso no vale-transporte

 

Pollyanna Martins

Pais de alunos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos/Centro Arte e Ofício denunciaram à vereadora Janete Aparecida (PSD) o atraso no pagamento do vale-transporte para as crianças irem ao projeto social.

De acordo com a parlamentar, no início do ano passado, durante uma visita ao centro, ela encontrou o prédio em situação precária, com mofo nas paredes, além de diversos pontos de alagamento. Segundo ela, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil foram acionados e emitiram um parecer de que o prédio deveria receber melhorias, e as crianças deveriam ser atendidas em outro local, devido ao comprometimento da estrutura.

Janete conta que, no início deste ano, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social foi notificada para a retirada das crianças e foi solicitado que o secretário Juliano Prado alugasse uma casa próximo ao Centro, no bairro Bom Pastor, para a continuidade do serviço.

De acordo com a vereadora, a Prefeitura optou por levar o serviço temporariamente para o bairro Danilo Passos, junto ao Centro de Convivência do Idoso.

Ainda segundo a parlamentar, por se tratar de famílias de renda baixa, a medida desagradou muitos pais, devido ao custo do transporte. Janete relata que, durante uma reunião com os pais dos alunos, o secretário de Desenvolvimento Social se comprometeu a arcar com o vale-transporte, por meio da pasta, e que as crianças não seriam prejudicadas com a mudança do local.

— São crianças em situação de vulnerabilidade social, que precisam do atendimento do Centro. São famílias que recebem Bolsa Família e não têm condições de arcar com esse vale-transporte – explicou.

Conforme disse a vereadora, mesmo Juliano Prado tendo garantido que as crianças receberiam o auxílio para irem ao Centro, alguns pais a procuraram para denunciar que não recebem o vale-transporte há 15 dias. Diante da situação, a parlamentar enviou um ofício à secretaria, solicitando a imediata regularização da situação.

— Algumas crianças estão há 15 dias sem frequentar o projeto, por não ter o vale-transporte – informa.

Prefeitura

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social negou, por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura, a informação de falta de vale-transporte para os assistidos do Centro de Arte e Ofícios do bairro Bom Pastor. Conforme alegou a secretaria, a recarga para o auxílio-transporte está sendo realizada rigorosamente em dia e os comprovantes estão disponíveis para os interessados em conferir.

A assessoria de imprensa informou ainda que mantém o espaço com 30 crianças e oferece uma série de atividades artísticas, culturais, de lazer e esportivas, entre outras, de acordo com a idade dos usuários.

 

Comentários
×