Manifestações

A imprensa vem sendo hostilizada nas manifestações dos caminhoneiros. Por duas vezes, tentando cobrir a situação nas estradas, a equipe da TV Candidés foi ameaçada por algumas pessoas quase que partindo para a agressão. O motivo seria o posicionamento de alguns veículos que se colocam contra a greve. O Portal G1, por exemplo, chegou a chamar o movimento de irresponsável.

A situação é realmente estranha, porque a população acreditou que o movimento era para pedir preços justos para todos os combustíveis, não só para o diesel, como vem ocorrendo. É preciso destacar também que o presidente Temer (MDB) atendeu a todas as reivindicações da categoria e esta insiste no movimento que, inclusive, pode provocar a morte de pessoas porque ambulâncias estão ficando desabastecidas.

Ainda não se tem um impacto econômico em razão da greve, mas ocorrerá piora de perspectiva para o cenário econômico e num momento bastante delicado. Os números divulgados até agora mostram que o desempenho da economia está mais fraco do que o esperado, o que já levou os analistas a reduzirem a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano.

No último relatório Focus, do Banco Central, os analistas consultados esperam um crescimento de 2,5% em 2018. Há quatro semanas, a expectativa era de alta de 2,75%. Se essa situação se prolongar, ela já começa em colocar em risco até o crescimento de cerca de 2,5% que se esperava para o fechamento de 2018.

Parte dos analistas também espera um impacto pontual na inflação. A greve provocou escassez de vários produtos, o que levou a um aumento recente dos preços de alimentos e combustíveis. Quando há falta de oferta de produtos, a tendência no mercado é de alta de preços. Se a greve afetar outros setores, outros segmentos também poderão ser afetados.

Abuso

Um absurdo o que alguns comerciantes estão fazendo para tentar lucrar mais durante a greve dos caminhoneiros. Alguns depósitos de gás estão vendendo o botijão por até R$ 180, o que é uma afronta para o cidadão. O mesmo ocorre com o etanol, que estava sendo vendido a quase R$ 4, lucrando em cima do desespero do consumidor.

Segundo o Procon, a prática é proibida pelo Código de Proteção e Defesa do Consumidor (seção IV, das práticas abusivas, art. 39, inciso X) por ser considerada abusiva — elevação de preços de produtos e serviços sem justa causa. A orientação é que o consumidor documente e denuncie supostos infratores. É fundamental que o denunciante guarde o cupom fiscal. A partir dessas informações será aberto um procedimento de apuração, comprovação e eventual punição do estabelecimento.

Vídeo do Valdemar

O vídeo gravado pelo empresário Valdemar Amaral, proprietário da rede de supermercados ABC, é um sinal de alerta que precisa ser percebido pelo prefeito Galileu Machado (MDB). Um dos maiores geradores de emprego e renda da cidade mostrou claramente o seu descontentamento com a atual administração e chegou a sugerir o afastamento de Galileu para que Rinaldo Valério (PSC) assuma. Esta posição é uma clara sinalização de que algo está errado e deve ser modificado.

Comentários
×