Jantar

O presidente regional da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Afonso Gonzaga, vai organizar o jantar comemorativo da posse de José Alonso Dias no cargo de secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável.

 

Redes

 

O “furo” dado pela jornalista Sonia Terra, ontem, no Facebook, antecipou a solenidade, realizada no Centro Administrativo, e gerou uma chuva de comentários positivos sobre a escolha do nome de Alonso. O empreendedor foi respaldado pelos presidentes da Acid, Sindicato do Comércio Varejista, Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL), Fiemg e Sindicato dos Contabilistas.

 

Alvarás

 

Por telefone, José Alonso disse que sua primeira medida será atender ao pleito do presidente do Sindicato dos Contabilistas, Sérgio Dias Bebiano. Ele reclamou da demora na liberação de alvarás para abertura de empresas. “Na segunda-feira, vou liberar todas as pendências”, prometeu Alonso, à coluna.

 

Nada está tão ruim...

 

...que não possa piorar. Não bastasse a crise de modo geral, os empresários, especialmente do setor de transporte, terão de encarar mais um reajuste – para cima, claro – do óleo diesel. A Petrobras anunciou na quinta-feira, 5, um aumento nas refinarias de 6,1%, em média. Os novos valores começaram a ser aplicados ontem mesmo.

 

Pouco, mas é muito

 

Segundo a empresa, se o ajuste feito ontem for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir 3,8% ou cerca de R$ 0,12 por litro em média. Olhando assim, parece pouco, mas, para empresários que já têm de suportar uma carga tributária extorsiva, entre outras pedras nos sapatos, fará uma grande diferença.

 

Entidades mobilizadas

 

A possibilidade de desativação da Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional (PSFN), instalada em Divinópolis, provocou rápida mobilização de diversas entidades. A Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid), o Sindicato dos Contabilistas de Divinópolis, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) – Regional Centro-oeste e o Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis (Sincomércio) divulgaram nota em que manifestam grande preocupação.

 

Vai chegar ao ministro

 

A Acid e demais entidades procuraram os deputados federais Jaiminho Martins (PSD) e Domingos Sávio (PSDB) para, em audiência, solicitar ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a suspensão de qualquer medida que vise a desativar a PSFN no município. “Divinópolis é uma cidade polo da região Centro-Oeste, onde estão instaladas as regionais de diversos órgãos públicos federais e estaduais (Tribunal da Justiça, Ministério do Trabalho e Emprego, Polícia Federal, Tribunal Regional Eleitoral, Secretaria de Estado da Saúde, Procuradoria do Trabalho), facilitando o acesso de uma população de mais de 1 milhão de habitantes aos serviços públicos, sem a necessidade de deslocamento até a capital mineira”, argumentam.

 

Economia pífia

 

Para as entidades, o fechamento do PSFN, que atende a 46 municípios da região, trará uma “economia pífia” de uma arrecadação regional anual de aproximadamente 2,5 bilhões de reais. Em contrapartida, trará grande transtorno para a população, que terá de deslocar até Belo Horizonte para resolver questões referentes a débitos tributários da União.

 

O barril estourou?

 

Ontem, mais uma chacina em presídio – desta vez, em Roraima – tomou conta dos noticiários. O governo – como costuma ser praxe em todas as esferas – age a reboque dos acontecimentos. Este PB já alertou e volta a alertar: aqui, bem perto de todos, é bom as autoridades locais prestarem atenção no Floramar.

Comentários
×