Gasolina tem nova alta

Jorge Guimarães

A Petrobras anunciou aumento de 1% no preço médio da gasolina, que entra em vigor nesta sexta-feira, 14, sendo este o segundo da semana. Mas, o aumento para o bolso do consumidor divinopolitano que vê aos poucos o litro do combustível subir, ainda não está pagando mais caro. E para fazer uma amostragem dos preços praticados na cidade, a Agência Nacional do Petróleo realizou mais uma pesquisa em dez estabelecimentos, entre os dias 2 e 8 deste mês.

Preços praticados

E entre as verificações, o preço médio do preço praticado na cidade ficou em R$ 4,75, o menor valor encontrado foi de R$ 4,65 e o maior de R$ 4,89. Uma boa notícia, em relação aos aumentos praticados no início do mês, quando se cogitava nova paralisação dos caminhoneiros, a qual fez com que alguns postos registrassem o valor do litro acima de R$ 5. A pesquisa revelou que após a correria aos postos de combustíveis, o mercado que é livre, voltou a sua normalidade.

Na última semana de agosto, o preço médio registrado foi de R$ 4,79, contra os R$ 4,75 da primeira semana de setembro, o que representa uma queda de 0,84%, número que demonstra uma equiparação entre os preços, apesar dos aumentos concedidos pela estatal.

Comentários
×