Fazendo Arte garante mais um ano de trabalho

Projeto está entre as propostas culturais aprovadas pela Lei de Incentivo à Cultura de Minas Gerais

Jorge Guimarães

Com 15 anos de atuação e com a proposta de inclusão sociocultural em Divinópolis, o Fazendo Arte garantiu mais um ano de intenso trabalho dedicado aos alunos para 2017. O projeto está entre as 156 propostas culturais aprovadas pela Lei de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

Essa aprovação vem num momento muito importante para continuidade ao projeto, que, neste ano, passou por sérias dificuldades para chegar até o fim de dezembro. Em 2016, a iniciativa atendeu 1.700 alunos nas diversas oficinas do Fazendo Arte e do projeto Escola de Arte.

Renovação

O projeto encerrou o ano, no mês passado, com o espetáculo “O boi e o burro a caminho de Belém”, no Teatro Municipal Usina Gravatá, com lotação máxima nos dois dias.

Neste momento, o diretor da Gerdau, Eduardo Oliveira, que patrocina o projeto por meio da Lei Estadual de Incentivo a Cultura, anunciou a renovação do patrocínio da para 2017.

Em 2016, o Fazendo Arte e a Escola de Arte realizaram diversas apresentações, como a Aula Aberta, o Festival de Cenas Curtas, o Espetáculo de fim de ano, além de apresentações em vários eventos da cidade e das escolas.

Fundo Estadual

A outra boa notícia para encerrar o ano é que a Associação Cultural de Educação Social e Artística (Acesa), que é a entidade que gere o Fazendo Arte, também foi aprovada no Fundo Estadual de Cultura (FEC). O Fundo promove a distribuição de recursos por meio de financiamento e apoio a propostas que tradicionalmente encontram dificuldade em captar recursos no mercado.

O repasse de verba do FEC, ao contrário da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, é direto, sem necessidade de captação junto a empresas, o que, segundo a coordenadora do projeto, Lenir de Castro, facilita muito a execução de todo o processo, garantindo assim a continuidade desse trabalho que se tornou a principal proposta inclusão sociocultural de Divinópolis. Em 2016, contou mais uma vez com o apoio da Prefeitura de Divinópolis, do Centro Diocesano e da TV Integração.

 

 

Comentários
×