Escola Padre Matias Lobato comemora 100 anos

 

Da Redação  

A Escola Estadual Padre Matias comemora, no dia 21 de abril, cem anos de funcionamento em Divinópolis.  

Para celebrar o momento histórico, a escola terá uma programação especial na próxima semana e, em cada dia, haverá uma atração. Todas as atividades terão início às 19h na quadra poliesportiva da escola.   

Programação  

No dia 16, segunda-feira, haverá missa em ação de graças. A solenidade será celebrada pelo padre Quirino. Já no dia 17, terça-feira, um selo comemorativo pelo centenário será lançado. 

No dia 18, quarta-feira, a psicóloga Cláudia Reis abordará o tema “Limites x Desafios”. Uma discussão com a comunidade escolar sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) está marcada para o dia 19, quinta-feira. 

A Orquestra Jovem de Divinópolis se apresentará na escola no dia 20, sexta-feira. Na mesma noite, haverá também apresentação de talentos da instituição. 

Já a grande comemoração acontecerá na Praça do Santuário, no dia 28 de abril, sábado, das 8h às 12h. Haverá apresentações artísticas e culturais, além da venda de alimentos. A renda arrecadada será revertida para a escola.  

História  

O grupo escolar Padre Matias foi o primeiro criado na cidade. A primeira sede da instituição, construída em 1918, fica na avenida Primeiro de Junho. A edificação hoje abriga a Escola Estadual Joaquim Nabuco. Antônio Olímpio de Morais e Pedro X. Gontijo foram responsáveis diretos pela construção da escola Padre Matias. Foi também Pedro X. Gontijo que trouxe para Divinópolis o religioso e educador padre Matias Lobato. 

Alunos  

A Escola Padre Matias Lobato participou da formação de várias figuras divinopolitanas de destaque. Entre elas, estão, por exemplo, a escritora Adélia Prado, o atual prefeito de Divinópolis, Galileu Teixeira Machado (MDB), a arquiteta e ex-coordenadora de cultura da Unesco, Jurema Machado, o engenheiro e sócio-proprietário da construtora Lamar, Marco Antônio Soares Nogueira (Tatão), o artista plástico e marchand Olivier Mourão, o músico, compositor e tecladista Túlio Mourão, o fotógrafo Alex Salim, o neto de Pedro X. Gontijo, Ronner Gontijo e o instrumentista Jairo Lara. 

 

Comentários
×