Dever de casa

Pelo 10º ano consecutivo, os congressistas recebem pelo voto popular, através da internet e por um corpo de jurados formado por jornalistas, quais os que mais se destacaram na Câmara. Dos dez primeiros, encabeçou a lista o deputado Eduardo Bolsonaro (filho do possível candidato à Presidência Jair Bolsonaro) e Tiririca fecha a lista.

Bons e atuantes

Entre eles, uma série de bons e atuantes nomes, como Chico Alencar, Luiza Erundina, Alessando Molon, considerados mais à esquerda, enquanto pela parte da direita, foram mais votados o Major Olímpio e o Delegado Francischini. A surpresa foi o nome de Jean Willys, deputado fechado com a questão LGBT, que vem crescendo na opinião pública por defender uma causa inquestionável.

Por outro lado

Se os primeiros dez deputados fizeram corretamente o dever de casa, os nossos representantes Domingos Sávio e Jaiminho Martins não ficaram bonito na fita. O primeiro ficou em 127º lugar, enquanto Martins está em 130º. Ambos são muito atuantes aqui na cidade e região, Domingos é presidente do Diretório Estadual do PSDB em Minas e Jaiminho já foi “meio dono” do Ministério dos Transportes. O prêmio não deixa de ser um Top of Mind da Câmara, e faz muito bem a quem o recebe.

E por falar...

...em Top of Mind, está confirmado para o dia 20 de dezembro, a partir de 20h no Espaço Da’Vinci, a entrega aos ganhadores dos diversos setores, escolhidos por mais de 13 mil pessoas por meio da internet. Este ano, a promoção é do Agora em parceria com a TV Alterosa, e a solenidade promete ser um espetáculo, como sempre foram as festas promovidas por este Diário através dos seus quase 50 anos de existência.

Mais um

Infelizmente, a estatística criminal de Divinópolis este ano extrapolará todos os índices obtidos até agora. Mais um jovem foi morto com seis tiros na cabeça e no tórax, dando a impressão de ter ocorrido mais uma execução. Como ele não tinha passagem pela polícia, os serviços de inteligência das duas polícias tentam desvendar o caso, ocorrido na madrugada de sábado no bairro Chanadour.

Intervenção Militar

Os aficionados da internet têm visto grupos de WatsApp quase que exigindo uma intervenção dos militares para o que chamam de “a salvação do país”.  Uma grande reunião está marcada país afora no próximo dia 15, para que o povo possa expressar o seu descontentamento, agora mais com o Supremo Tribunal Federal (STF), do que com o presidente Michel Temer. Explica-se: o Supremo decidiu de forma temerária, que o Senado e a Câmara é que irão resolver os problemas criminais de senadores e deputados.

Isto simplesmente...

...desmonta todos os esforços da Polícia Federal que tem lutado nos último quatro anos para levantar o rombo realizado pelos políticos. O povo não engole essa lorota, pois além da Câmara ter dado mais tempo para o atual presidente resolver suas pendências com a Justiça, agora praticamente resolve que não irá processar quem tiver um diploma de deputado ou senador.

Não é por acaso...

...que a Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul admitiu a volta de um deputado que deixou o xadrez para a cadeira parlamentar. Na esteira da decisão do Supremo, até uma Câmara Municipal do interior, também recebeu um vereador que já estava preso. A bem da verdade, o Supremo deu direitos (errados e contrários à Constituição) apenas aos parlamentares de Brasília.

Fogo

Se o povo for às ruas com a força que as lideranças querem, este país começa a pegar fogo antes do final do ano. Sem previsão de consequências!

Comentários