Cordas e Sons apresenta ‘Concerto de Inverno’ na quinta

Apresentação é 2º concerto inédito de 2017 e integra série ‘Quatro Estações’

Jorge Guimarães


O inverno é necessário à natureza. O frio e as noites mais longas promovem menor atividade às plantas e até mesmo aos animais. Alguns deles até hibernam.

É o período de preparar a terra para as intensas atividades de primavera. De se planejar, escolher as espécies que irão ser plantadas na próxima estação e decidir como serão os canteiros.

Ocasião que aproxima as pessoas, convidadas a ficarem mais próximas, onde o calor humano possa ser compartilhado numa boa conversa ao som de uma boa música.

Para este clima de aconchego, recolhimento e reflexão, a orquestra Cordas e Sons preparou um repertório repleto de melodias e simbolismos festejando o inverno ao melhor estilo.

Local

A apresentação acontece nesta quinta-feira, às 20h, no Teatro Gravatá. Os ingressos podem ser adquiridos na Boutique do Livro ou com os integrantes da Associação Cultural Cordas e Sons.

“Quatro Estações”

Um concerto inédito a cada três meses. Esta é a proposta da Cordas e Sons no projeto “Quatro Estações”, que já está em sua 6ª edição. O trabalho iniciado em 2012 tem o intuito de realizar um concerto diferente a cada três meses, buscando ampliar e vivificar a experiência dos músicos da ONG, que possui foco na formação cultural e profissional.

Alem, é claro, de presentear, de forma periódica, o público divinopolitano, amante da boa música e ávido por apresentações do estilo na cidade.

Orquestra

A orquestra é sociedade civil que se propõe a contribuir para a transformação da realidade de crianças, jovens e adultos através da arte, da cultura e do conhecimento, apresentando-lhes novas possibilidades de formação e entretenimento. A entidade está fazendo história na área de música erudita em Divinópolis.

Projetos como o “Festival Nacional de Música de Divinópolis”, as oficinas “Dando Corda” e a orquestra representam ações que têm movimentado de forma expressiva a cultura local nos últimos anos.

Comentários
×