Copasa inicia obras da Estação de Tratamento de Esgoto em Leandro Ferreira

Da Redação

Em Leandro Ferreira, a Copasa iniciou as obras de ampliação e de melhorias do sistema de esgotamento, incluindo a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da cidade, após assinatura da ordem de serviço. Com investimentos que passam dos R$ 5 milhões, o empreendimento levará mais qualidade de vida e saúde para toda população do município.  

A assinatura da ordem de serviço ocorreu no Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Raul Ribeiro da Silva, com a presença do prefeito, Elder Correa Freitas, do Diretor de Empreendimentos da Copasa, Ricardo Augusto Simões, do superintendente da Unidade de Negócio Centro (UNCE), João Martins, e do Gerente da Unidade de Serviço de Expansão Centro (USEC), Paulo Farage.  

As obras contemplam a implantação da nova ETE, mais de 2 quilômetros de redes coletoras, de interceptor e de uma estação elevatória, para bombear os efluentes até a Estação de Tratamento de Esgoto. A previsão é de que as intervenções tenham duração de 12 meses.

De acordo com o Diretor de Empreendimentos da Copasa, Ricardo Simões, a Companhia tem o compromisso de levar mais qualidade de vida aos moradores das cidades onde opera. Ele lembrou que a empresa contratada para execução da obra vai dar prioridade à contratação de trabalhadores leandrenses que devem atuar na linha de frente.

— É uma satisfação representar a presidência da Companhia firmando mais esse compromisso de melhorias da qualidade de vida, da saúde e da geração de emprego para Leandro Ferreira — completou. 

A Copasa em Leandro Ferreira  

A Copasa está em Leandro Ferreira desde 1982 com os serviços de abastecimento de água e de coleta de esgoto. A cidade é atendida por três poços profundos, com produção de 13 litros de água por segundo, atendendo aos 3.200 habitantes da cidade.  

Desde 2018, a Copasa vem desenvolvendo o programa Pró-Mananciais na cidade, para preservação da bacia do ribeirão Areias. Já foram realizados o cercamento de mais de 4 mil metros de margens de nascentes e córregos; plantadas 1.200 mudas de vegetação ciliar e nativa; construídos 52 bolsões, um quilômetro de curvas de nível, adequados 10 quilômetros de estradas rurais por meio do programa e outros 16 quilômetros por meio do convênio de óleo Diesel, em que a Copasa cede o combustível para que máquinas da prefeitura possam executar as intervenções. Todas estas ações ajudam a reabastecer os lençóis freáticos, propiciando que as águas da chuva façam seu caminho natural para abastecer os rios da bacia.   

Benefícios do tratamento de esgoto   

O tratamento de esgoto proporciona benefícios sociais, econômicos e melhoria das condições de saúde da população. Entre outras vantagens, o sistema de esgotamento sanitário habilita o município a receber o ICMS Ecológico, como forma de incentivo para criação de mais áreas de preservação ambiental ou para melhoria das condições dos atuais espaços existentes, o que, consequentemente, proporciona mais qualidade de vida e saúde para a população local.   

Além disso, a destinação adequada do esgoto evita a propagação de doenças de veiculação hídrica; melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e proporciona mudanças positivas nos aspectos urbanísticos, com a consequentemente valorização imobiliária e o crescimento socioeconômico da cidade e da região. 

Comentários
×